cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Deadpool: Ryan Reynolds fala sobre o filme solo do mercenário

    Aparição do herói em X-men: Origins - Wolverine pode virar piada no filme solo do personagem.
    Por Daniel Reininger
    22/03/2013

    A 20th Century Fox está há algum tempo planejando o filme solo de Deadpool, o mercenário falador com sérios problemas psicológicos da Marvel, mas a coisa parece nunca sair do papel.

    Com um novo videogame solo do personagem a caminho das lojas, muito acham que a hora de lançá-lo nas telonas é agora. Ryan Reynolds, que interpretou o anti-herói no filme X-Men Origens: Wolverine, falou sobre essa possibilidade e ainda revelou que sua aparição no filme solo de Logan pode virar motivo de piada.

    "O script atual não fala sobre o Wolverine em si, mas menciona o que Deadpool fez no filme dele. E Deadpool não ficou feliz com a sua participação em X-Men Origens: Wolverine”, afirmou Reynolds em entrevista ao Empire Online.

    Além disso, o ator falou que o problema principal do longa seria a classificação etária, já que os quadrinhos são bem pesados e o roteiro até agora segue a mesma linha.

    "Eu amo Deadpool e existe um roteiro em produção. Entretanto, o filme como está é para maiores de 18 anos e eu não sei se o estúdio arriscaria sua reputação seguindo com a produção. Nós estamos desenvolvendo o script, mas não vamos fazer o filme se a classificação não ficar abaixo de 16 anos", disse.

    "Você poderia fazê-lo por uma ninharia em comparação com outros filmes de super-heróis épicos, mas o filme é sobre um cara que sabe que está em um filme e sabe que está em uma história em quadrinhos e é profundamente perturbado mentalmente e muito violento, e isso é difícil conseguir de um estúdio", finalizou.

    O roteiro está sendo produzido pela dupla de Zumbilândia, Rhett Reese e Paul Wernick. Uma das esperanças para a produção seguir adiante pode ser o crowfunfing, espécie de vaquinha virtual em larga escala, como aconteceu recentemente com o filme da Veronica Mars.