Diretor de Lucy, Luc Besson é acusado de demissão ilegal

Cineasta também enfrenta uma denúncia de estupro

28/11/2019 13h26

Por Alexandre Dias

O diretor Luc Besson, responsável por Lucy e O Profissional, foi acusado de demitir uma funcionária da sua empresa, a EuropaCorp, de forma ilegal. Segundo a revista Variety, o cineasta teria despedido a assistente enquanto ela estava de licença médica. 

A denúncia pode levar o realizador a uma sentença de dez meses de prisão suspensa. O promotor de Justiça do caso também recomendou multas de 30 e 50 mil euros a, respectivamente, Besson e a companhia. A decisão do caso será revelada no dia 8 de janeiro de 2020. 

A funcionária em questão teria trabalhado no local entre 2015 e 2018, quando foi demitida. Ela foi examinada por vários médicos antes de receber a licença, um deles recomendado pela própria EuropaCorp. Em citação ao jornal Le Monde, o portal diz que a vítima afirmou ter sido tratada como "escrava".

Esta não é a primeira vez Besson é acusado criminalmente. Em maio de 2018, ele foi denunciado por estupro pela atriz Sand Van Roy. O caso havia sido fechado, mas as investigações foram retomadas esse ano por ordem de um juiz francês. 

O último filme do diretor que chegou aos cinemas foi Anna - O Perigo Tem Nome.

 


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus