cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Distribuidora italiana pede desculpas por cartazes de 12 Anos de Escravidão

    Peças não-autorizadas pelo produtor foram acusadas de racistas
    Por Roberto Guerra
    28/12/2013

    A distribuidora BIM se desculpou por ter confeccionado pôsteres com imagens não autorizadas de 12 Anos de Escravidão. No cartaz aparece a foto de Brad Pitt em primeiro plano e o protagonista do filme, o ator negro Chiwetel Ejiofor, retratado sem destaque. Os cartazes geraram polêmica após acusações de racismo e, em comunicado, o distribuidor afirmou que as peças foram recolhidas dos cinemas italianos onde estavam expostas.

    "Pedimos desculpas por criar e lançar pôsteres não autorizados para 12 Anos de Escravidão na Itália, retratando Brad Pitt e Michael Fassbender de forma inconsistente com o material de divulgação aprovado. Todos os materiais inapropriados já foram recolhidos. Temos muito orgulho do filme e lamentamos qualquer problema que este incidente possa ter causado", diz o comunicado divulgado pela distribuidora italiana, reproduzido pelo site da Variety.

    Pitt, que produziu o filme, tem apenas um pequeno papel. Fassbender, que também teve seu rosto destacado em cartazes do longa, é ator coadjuvante na produção, enquanto Ejiofor aparece em todas as cenas.

    12 Anos de Escravidão tem sete indicações ao Globo de Ouro e desde já é considerado forte candidato ao Oscar. Já venceu o Festival de Toronto, foi premiado pela Associação de Críticos dos Estados Unidos e dominou as indicações ao SAG Awards (o sindicato de atores dos EUA).