cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    DOA : Do game para o cinema

    Por Da Redação
    13/12/2006

    No cinema, nem tudo é original. E, ultimamente, refilmagens e adaptações têm sido recorrentes, especialmente em se tratando de blockbusters. DOA - Vivo ou Morto faz parte de um novo filão explorado pelos grandes estúdios: é adaptação de um videogame, assim como os recentes Terror em Silent Hill, House of The Dead (que tem sua segunda parte lançada em DVD no Brasil agora em dezembro), Alone In The Dark e Resident Evil.

    Ao contrário dos games citados, DOA - Vivo ou Morto não é um jogo de terror, mas sim de lutas. Trata-se de uma mistura do clássico game Street Fighter com o seriado (que também virou filme) As Panteras, trazendo belas heroínas em lutas e trajes mínimos. O game também tem vilões e lutas eletrizantes, prato cheio para a produção de um filme que mantém a trama repleta de adrenalina do jogo, que hoje caminha à quinta edição.

    Produzido por Paul W. S. Anderson (diretor de adaptações dos games Resident Evil e Mortal Kombat), o filme dá mais ênfase às histórias pessoais dos personagens para dar mais profundidade dramática à trama. Apesar de ter como base a ação, o relacionamento entre as quatro protagonistas e a forma que ele evolui ao longo do filme faz com que a produção ganhe densidade. A direção de arte e a escolha dos cenários foram feitos a partir do game: a ação transita entre diversos locais marcantes, como praias, selva e templos orientais. O que marca cada fase do jogo também marca as passagens do longa-metragem.

    Para os produtores de DOA - Vivo ou Morto foi importante manter os principais traços das características dos personagens originais do jogo, não somente fisicamente, mas, principalmente, em suas personalidades. Conheça um pouco mais sobre os personagens do game que ganharam as telas e, abaixo, uma comparação visual entre os dois universos:

    Kasumi (Devon Aoki)
    Nascida no Japão, Kasumi abdicou de sua posição de líder do clã Mugen Tenshin para viver como uma habilidosa lutadora renegada.

    Tina (Jaime Pressly)
    Esta loira é uma verdadeira estrela da luta feminina. Filha de um exímio lutador, Bass, aprendeu cedo esta arte. A norte-americana de 22 anos também é atriz e modelo.

    Christie (Holly Valance)
    Ela já foi bastante amiga de Helena, mas hoje é braço direito do doutor Donovan. Inglesa, é uma assassina profissional e seu estilo de luta é o She Quan.

    Helena (Sarah Carter)
    Nascida na França há 21 anos, é filha de Fame Douglas, criador do Doatec, Helena quer vingança pelo assassinato dos pais. Agora, ela mesma está na linha de fogo depois de assumir a presidência da organização que lhe causou tanto sofrimento.

    Hayate (Collin Chou)
    Hayate é um jovem e ambicioso ninja que pretende ser líder do clã Mugen Tenshin. Em sua ascensão, faz de tudo para acabar com a organização Doatec. Desapareceu na última competição do Dead Or Alive.

    Ayane (Natassia Malthe)
    Esta jovem japonesa de cabelo roxo faz parte da facção Hajin Mon, parte obscura do clã Mugen Tenshin. Meia-irmã de Hayate, esta kunoichi (ninja feminina) nasceu sob o signo de uma maldição e o ajuda em sua tarefa de destruir a Doatec. No filme, também é meia-irmã de Kasumi.

    Ryu Hayabusa (Kane Kosugi)
    Conhecido como "Super Ninja", este japonês de 23 anos é o único sobrevivente do clã ninja dos Hayabusa. É amigo e protetor de Kasumi.

    Zack (Brian J. White)
    Zack era dono de uma ilha paradisíaca, mas, quando ela afundou, só lhe restaram dívidas e prejuízos. Para se recuperar, ele tem como objetivo escalar as três torres pertencentes à Doatec.

    Bass Armstrong (Kevin Nash)
    Pai de Tina, é um talentoso e reconhecido lutador que quer fazer com que sua filha desista do torneio DOA.

    Maximillian Marsh (Matthew Marsden)
    Mais conhecido como Max, é ex-parceiro de Christie no crime e participa do torneio disfarçado de lutador brasileiro de olho no prêmio de US$ 10 milhões.

    Victor Donovan (Eric Roberts)
    Atual líder da organização Doatec, que organiza o torneio Dead or Alive. Foi ele quem deu ordens para o assassinato de Fame Douglas a fim de conseguir esta posição. Misterioso, Donovan também é visto como comandante de várias experiências militares.