cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Drama, sexo, gente bonita e espanhol: por que estas séries dominaram a Netflix

    Descubra o segredo por trás do sucesso de séries como Elite e Sky Rojo
    Por Da Redação
    31/03/2021 - Atualizado há 19 dias

    A língua espanhola já foi eleita uma das mais sedutoras do planeta e, se sozinha ela conquista o mundo, imagina se adicionar drama, sexo e muita gente bonita à receita? A resposta é: sucesso garantido! Não é à toa que várias séries que contam com esses ingredientes têm dominado o Top 10 da Netflix. Mas será que eles são o suficiente para essa estrondosa aprovação do público?

    ¿Qué pasa, Netflix? 

    Apesar de ter tido um ou outro sucesso na Netflix, o boom das séries hispânicas veio depois da estreia de La Casa de Papel, que conquistou o mundo - mas especialmente os brasileiros. Sem perder a oportunidade, a plataforma de streaming já garantiu uma continuação para a história e investiu em Elite, Toy Boy e assim por diante. Por mais que as produções tenham histórias diferentes, todas elas parecem compartilhar algumas características em comum.

    Pode-se dizer que uma delas é o que se chama de regionalismo universal, um movimento que mescla cultura regional com uma tradição mais abrangente. Por exemplo, La Casa de Papel usa e abusa das clássicas histórias de roubos mirabolantes que já vimos tantas vezes em produções norte-americanas. 

    O mesmo pode ser dito dos outros sucessos do gênero da Netflix... Uma trama adolescente na qual um assassinato precisa ser desvendado? Estamos falando de Elite, mas Riverdale também se encaixa. Um homem que é vítima de um golpe e depois de anos volta para descobrir a verdade? Várias, mas Toy Boy e Arrow, por exemplo, cumprem o papel. 

    A sacada está exatamente no regional, que, no caso, é o tempero hispânico. Nessas histórias há mais intriga, drama e sexo do que estamos acostumados, fazendo com que tramas batidas ganhem novas cores. Se for possível resumir em uma palavra, as séries do gênero são muito mais intensas do que as outras do catálogo da Netflix.

    Por intensidade, entende-se que tudo de alguma forma fica maior. Os enredos são rocambolescos com muito mais reviravoltas, há também mais choro, gritaria, sexo, intriga… É tudo tão a mais que beira o exagero (chegando muitas vezes a ultrapassá-lo), mas ao mesmo tempo se mantém na medida para os fãs do gênero.

    Exatamente pela intensidade, essas séries pedem um público que não se importe com roteiros irreais e complicações desnecessárias. O seu objetivo principal é manter o espectador sem conseguir desgrudar os olhos da tela, algo que elas fazem e muito bem.

    Confira agora séries imperdíveis do gênero:

    EliteReprodução
    Continua após o anúncio

    Elite (2018 - Atual)

    Depois de um acidente em uma escola pública, três jovens ganham bolsa para estudarem em um colégio particular de elite. O encontro entre esses dois mundos provoca inúmeros desdobramentos, desde romances inesperados até um assassinato, que é um dos principais mistérios da série. Vale lembrar que a narrativa da trama se divide em duas linhas temporais: o presente e passado, o que ajuda a criar o clima de suspense.

    Se você assistir Elite, espere hormônios à flor da pele, muita tensão (de nervoso e sexual também), intrigas, drama e tramas mirabolantes. Em poucas palavras: a receita perfeita do sucesso hispânico!

    Toy BoyReprodução

    Toy Boy (2019 - Atual)

    Hugo (Jesús Mosquera) é um jovem stripper que vê sua vida virar de cabeça para baixo quando conhece uma mulher chamada Macarena (Cristina Castaño). Depois de comparecer a uma festa organizada por ela, o stripper acorda em um barco em chamas e é acusado de assassinar o seu marido. Sem lembrar do que aconteceu, Hugo é preso e, quando sai, planeja descobrir a verdade, assim como quem o incriminou.

    Poderia ser uma história de suspense qualquer, mas Toy Boy não se contenta com isso, caprichando no conteúdo sexual para deixar a trama bem picante. É caliente que fala?

    Desejo SombrioReprodução
    Continua após o anúncio

    Desejo Sombrio (2020 - Atual)

    A história tem como personagem principal Alma (Maite Perroni), advogada e professora universitária, que ao ir para uma festa com uma amiga acaba se envolvendo com Dario (Alex Speitzer). Ao mesmo tempo em que o caso se complica, a advogada enfrenta problemas no seu casamento e o que era para ser uma paixão tórrida vira tragédia.

    Desejo Sombrio entrega uma trama bem sensual e novelesca, onde todos os personagens passam a ser suspeitos. Soa familiar? 

    A Desordem Que FicouReprodução

    A Desordem que Ficou (2020)

    A professora Raquel Valero (Inma Cuesta) se muda para a cidade natal do seu marido para substituir a colega Viruca (Bárbara Lennie), que cometeu suicídio. Entre as dificuldades de se adaptar à mudança, Valero começa a perceber que a história de Viruca assim como a cidade parecem ter mais segredos do que parece. É a partir daí que a protagonista passa a investigar o que exatamente aconteceu antes de sua chegada.

    O que não falta em A Desordem que Ficou é a aposta em um enredo mirabolante cheio de plot twists: quem é bom pode não ser, você acha que a história está indo para um lado mas não está e vice-versa. No geral, uma boa pedida para quem adora se surpreender (nem que seja um pouco demais).

    El ClubReprodução
    Continua após o anúncio

    El Club (2019)

    Um grupo de jovens organiza um esquema de venda de drogas por meio de um aplicativo como forma de mudar suas vidas e ganhar dinheiro rápido. O negócio decola e, quando tudo parecia fácil demais, eles são confrontados pelos traficantes da região. Não é nem preciso dizer que as coisas se complicam consideravelmente depois disso, certo?

    Jovens bonitos, mansões espetaculares, festas, pegação e muitas intrigas são os elementos indispensáveis de El Club. Quase um The O.C. - mas, claro, caprichado na picância e no drama.

    Sky RojoReprodução

    Sky Rojo (2021 - Atual)

    A série acompanha Coral (Verónica Sánchez), Wendy (Lali Espósito) e Gina (Yanis Prado), prostitutas que, ao escaparem do bordel onde trabalham, passam a ser perseguidas pelo cafetão do lugar. Para não se renderem, as três passam a viver uma aventura sem igual, enfrentando todo tipo de desafio e desenvolvendo uma verdadeira amizade.

    Sky Rojo pode ser a novata no grupo, mas os ingredientes da sensualidade, aventura e pessoas bonitas segue firme conquistando cada vez mais espectadores ao redor do globo.