cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Elvis Presley prova que ainda está vivo

    Por Da Redação
    08/01/2008

    Se Elvis Aaron Presley estivesse vivo comemoraria hoje seu 73º aniversário. Nascido no Mississippi (EUA), ele, que foi aclamado como o Rei do Rock, chamou a atenção na década de 50 por sua extravagância e ousadia. Seu sucesso foi tanto que permanece até hoje em centenas de covers e fãs espalhados pelo mundo que insistem em afirmar: Elvis não morreu!

    E realmente podemos afirmar isso. Reconhecido por sua voz e rebolado que mexeram com a imaginação de suas histéricas fãs, Elvis também brilhou no cinema, tornando-se imortal nas telas, em musicais, dramas, comédias românticas, faroestes e documentários.

    Os filmes, que serviram de vitrine para consolidar ainda mais seu sucesso, começaram em 1956 com Ama-me com Ternura, de Robert Webb. Entre as 33 produções que estrelou em Hollywood, entre 1956 e 1969, destacam-se: O Prisioneiro do Rock (1957), que entrou para o Registro Nacional de Filmes dos EUA, em 2004; Balada Sangrenta (1958), que protagonizou após substituir James Dean, que morrera; Estrela de Fogo (1960), um de seus trabalhos mais elogiados como ator; Feitiço Havaino (1961), que rendeu mais de US$ 10 milhões - um feito para a época; Viva Las Vegas (1964), um de seus melhores musicais; e Carrossel de Emoções (1964), seu último grande sucesso de crítica e público.

    Na maioria dos longas, Elvis fez o papel de mocinho sedutor que sempre conquistava os mais difíceis partidos, embalados por seus sucessos. Atrizes com quem contracenou, como Ann-Margret (Viva Las Vegas), Nancy Sinatra (Speedway), Mary Ann Mobley (Ritmos e Confusões), Juliet Prowse (Saudades de um Pracinha), Shelley Fabares (O Barco do Amor) e até Ursula Andress (O Seresteiro de Acapulco), despertaram ciúmes em suas fãs a cada beijo do astro.

    Elvis Presley morreu em sua casa, em Graceland, Memphis, aos 42 anos, em 16 agosto de 1977, de ataque cardíaco. Desde então o mito em torno de sua figura tem aumentado ainda mais, com a conquista de novos fãs e milhões de dólares a cada relançamento.