cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Emissoras de TV por assinatura buscam alternativa para MP

    Por Da Redação
    11/09/2001

    Executivos das emissoras de TV por assinatura se reúnem hoje, às 10h, no bairro do Itaim, em São Paulo, para definir os rumos do setor após a assinatura, pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, da medida provisória 2.219. A medida, segundo o governo, visa proteger e estimular a produção do cinema nacional. A MP, em um dos seus artigos, estabelece novos impostos sobre a programação estrangeira exibida no País. A convocação foi realizada pela ABTA (Associação Brasileira de Telecomunicações por Assinatura), principal entidade do ramo.

    Assinada na véspera do feriado de 7 de setembro, a medida provisória é resultado de um ano de debate do Gedic (Grupo Executivo para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica), liderado pelo cineasta Luiz Carlos Barreto.

    A MP tem deixado os empresários da TV por assinatura receosos. Segundo eles, os impostos sobre a programação estrangeira vão encarecer extremamente os custos dos canais.Com a adoção da MP, a taxa pela exibição de um único episódio de um seriado passará a ser de R$ 450 (com exceção das reprises).

    Antes, o imposto era de aproximadamente R$ 250 para toda a temporada.

    O embate entre governo e empresas de TV a cabo pode afetar os assinantes. É possível que parte dos aumentos nos custos seja repassada para as mensalidades.