cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Conheça Emma Stone, a Cruella da Disney

    A atriz protagoniza um dos maiores sucessos de bilheteria
    Por Cauê Nessin
    01/06/2021 - Atualizado há 6 dias

    Emma Stone dedicou sua vida à atuação e, hoje, brilha forte como uma das estrelas mais promissoras de Hollywood. Mas, para que chegasse onde está, sua jornada como atriz foi marcada por inúmeras recusas, programas cancelados e muitas adversidades.

    Conheça o perfil de Emma Stone, da pequena participação na comédia adulta Superbad ao protagonismo em Cruella, a mais recente produção de sucesso da Disney+!

    Origem e os primeiros e mais complicados anos de sua carreira

    Nascida em Scottsdale, Arizona, no dia 6 de novembro de 1988, Emma Stone começou a fazer aulas de atuação e canto aos quatro anos de idade.

    Stone era uma criança agitada e sofria ataques de pânico desde pequena. Ela chegou a fazer terapia para trabalhar suas habilidades sociais, mas foi a participação no teatro que a ajudou a superar essa fase. Sua estreia como atriz aconteceu aos 11 anos de idade, na peça de teatro sobre o clássico literário The Wind in The Willows, de Kenneth Grahame.

    Em 2004, Stone se mudou com a mãe para um apartamento em Los Angeles para se dedicar à sua carreira em Hollywood. A atriz conta que, em 2003, criou a apresentação no Powerpoint para convencer seus pais a apoiá-la nessa decisão.

    Na época, Stone fez testes para praticamente todas as comédias do Disney Channel, mas acabou não conseguindo. A jovem atriz fazia aulas online para concluir o ensino médio e, entre as audições para os papéis, chegou a trabalhar em uma padaria por meio período.

    Stone chegou a participar da sitcom Malcom in the Middle, da Fox, e estrelou como convidada no drama Medium, da NBC. Sua estreia na televisão foi em um reality show de competição de talentos, mas o piloto do programa sequer chegou a ser vendido.

    Depois disso, a atriz fez uma curta aparição em Lucky Louie, da HBO, e um teste para o drama científico Heroes, também da NBC, mas foi recusada. Mais tarde, Stone resumiu a experiência como “fundo do poço”.

    Em 2007, ela chegou a integrar o elenco de Drive, da Fox, porém o seriado foi cancelado após o sétimo episódio. Embora esse período parecesse uma grande maré de azar, as coisas começariam mudar para muito em breve.

    Superbad, Zumbilândia e o começo de uma jornada em rumo ao sucesso

    Cena de Superbad (2007)Reprodução
    Continua após o anúncio

    Depois de um período difícil repleto de recusas e programas cancelados, 2007 seria o ano da grande reviravolta da atriz. Ao co-estrelar o longa de comédia Superbad, ao lado de Jonah Hill, Michael Cera e Seth Rogen, Emma Stone finalmente fazia parte de um sucesso comercial e conseguiu o que tanto almejava: despertar a atenção de Hollywood.

    Nos anos seguintes, sua carreira foi se consolidando de singela e gradativamente. A atriz começou participando de produções de sucesso comercial moderado, como A Casa das Coelhinhas (2008), onde integrou o elenco com Anna Faris e Kat Dennings, e Minhas Adoráveis Ex-Namoradas (2009), dividindo o elenco com grandes nomes como Matthew McConaughey, Michael Douglas e Jennifer Garner.

    Em 2009, seu projeto mais rentável foi a comédia Zumbilândia, na qual ela interpretou uma sádica e vigarista sobrevivente do apocalipse com Woody Harrelson, Jesse Eisenberg e Abigail Breslin.

    Apesar de não explorar todo o potencial dramático de Stone — que ficou muito claro em seus próximos papéis — o filme se tornou um dos títulos mais aclamados do gênero de zumbi.

    Os anos dourados de Emma Stone

    Cena do filme Birdman: A Inesperada Virtude da Ignorância (2014)Reprodução

    Seu primeiro papel como protagonista foi na comédia A Mentira (2010), parcialmente baseada no famoso romance The Scarlet Letter, de Nathaniel Hawthorne.

    O filme recebeu críticas positivas e o desempenho de Stone foi muito elogiado, abrindo as portas para que a atriz começasse a integrar projetos mais desafiadores. 

    Ao lado de Octavia Spencer e Viola Davis, seu papel como Eugenia Phelan, em Histórias Cruzadas (2011) foi o início de uma série de produções que mostrariam ao público que a jovem Emma Stone escondia um enorme talento para o drama, sensibilizando o espectador com suas emocionantes atuações.

    Depois deste projeto, não havia mais dúvidas de que Stone era uma das grandes promessas para o Cinema atual. Seu papel no drama caótico Birdman: A Inesperada Virtude da Ignorância (2014), impressionou o público e a crítica.

    La La Land, Cruella e a consolidação de uma carreira bem-sucedida

    Cena do filme Cruella (2021)Reprodução
    Continua após o anúncio

    Em 2017, Stone levou a estatueta de ouro de Melhor Atriz por sua atuação em La La Land (2017), deixando claro que veio a este mundo para nos presentear com seu talento.

    Seu mais recente grande sucesso é o filme Cruella (2021), da Disney, a mesma companhia que recusou a atriz inúmeras vezes em um passado não tão distante.

    O longa acabou de ser lançado e já está liderando as bilheterias de todo o mundo, servindo como um inspirador símbolo como a perseverança pode presentear com grandes reviravoltas.

    O filme estreou nos cinemas nacionais no dia 27 de maio de 2021, mas também pode ser assistido via streaming na plataforma Disney+.

    Conteúdo Relacionado