cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Emmy 2021: quem vai levar a melhor da maior noite da televisão?

    A maior noite da televisão está chegando e analisamos aqui quem deverá levar a melhor
    Por Flávio Pinto
    04/09/2021 - Atualizado há 13 dias

    Com data marcada para o dia 19 de setembro, os preparativos para a 73.ª entrega dos Emmy Awards já estão a todo vapor. 

    Este ano, pela primeira vez em uma cerimônia a ser transmitida de forma híbrida, simultaneamente pela televisão e pelo streaming Paramount+ — somente nos Estados Unidos, há muito o que se debater sobre como os votantes da Academia de Artes & Ciências Televisivas (ATAS) vão escolher os melhores programas e performances da televisão da última temporada exibida. 

    E com somente algumas semanas para conhecermos quem serão os grandes campeões da maior noite da televisão norte-americana, o Cineclick resolveu analisar as principais categorias e apontar quem são os favoritos. Confira a seguir quem deverá se consagrar na noite do Emmy 2021. Lembrando que, no Brasil, a cerimônia será transmitida pela TNT a partir das 22h.

    Melhor Comédia

    Ted Lasso, da Apple Tv+, deve ganhar o prêmio de lavada Divulgação (Apple TV+)

    Indicados:

    Ted Lasso se consagrou como favorita absoluta logo quando as indicações foram anunciadas, durante o mês de julho. Com 20 nomeações, ela bateu o recorde como a série de comédia estreante com o maior número de indicações de todos os tempos. Apenas Hacks, série maravilhosa da HBO Max sobre duas comediantes em momentos diferentes da carreira, arrisca tirar o favoritismo da produção da Apple, mas com poucas chances.

    Melhor ator em série de comédia

    Jason Sudeikis também é co-criador de Ted LassoDivulgação (Apple TV+)

    Indicados

    Novamente, Ted Lasso está em vantagem aqui. Jason Sudeikis é o grande nome por trás da série. O ex- Saturday Night Live é responsável por criar, roteirizar, produzir e ainda estrela a atração. Tão querida pelos votantes, dificilmente o comediante deverá perder a disputa.

    Melhor atriz em série de comédia

    Jean Smart é comediante em crise na série Hacks, da HBO MaxDivulgação (HBO Max)

    Indicadas:

    • Aidy Bryant (Shrill
    • Allison Janney (Mom
    • Jean Smart (Hacks
    • Kaley Cuoco (The Flight Attendant
    • Tracee Ellis Ross (black-ish)

    Outra barbada é vitória de Jean Smart. Figura querida da Academia, ela já concorreu ao Emmy outras 10 vezes, e nunca perdeu uma disputa nas categorias cômicas. Há quem diga que seu trabalho na série da HBO Max é o melhor da sua carreira. E de quebra, ela ainda foi indicada este ano pela minissérie Mare of Easttown, estrelada por Kate Winslet. Vai levar a melhor por Hacks e será muitíssimo merecido. 

    Melhor drama

    The Crown foi a sensação do ano entre as produções dramáticas Divulgação (Netflix)

    Indicados:

    The Crown finalmente abordou a chegada da Princesa Diana na família real — uma das maiores obsessões mundiais sobre a corte britânica. Foi o falatório do ano. Finalmente parece que chegou a vez da série da Netflix deixar de ser a dama de honra da premiação e levar seu primeiro Emmy de melhor série. The Handmaid's Tale teve, talvez, sua melhor temporada e ameaça fortemente as chances de The Crown. A batalha será dura entre as duas, mas, é possível que finalmente a produção de alto requinte da plataforma do tudum leve a melhor. 

    Melhor ator em série drama

    Josh O'Connor deve levar prêmio graças ao favoritismo de The CrownReprodução (Netflix)

    Indicados:

    Também com muito favoritismo, Josh O'Connor deve levar a disputa de melhor ator drama com facilidade. Protagonista da 4ª temporada da série sobre a monarquia britânica, seu único concorrente é Billy Porter, de Pose, que já levou a estatueta uma vez e disputa por uma série com menos popularidade.

    Melhor atriz em série drama

    Disputa está entre MJ Rodriguez, de Pose, e Emma Corrin, de The Crown, com Lady Di na frenteMontagem (FX e Netflix)

    Indicadas: 

    Também nas graças da Academia, é possível que a Academia possa ir com Emma Corrin, consagrando a primeira pessoa não-binária da categoria. Excelente e dona da temporada, seria uma escolha sensacional. Mas a disputa é acirrada entre Corrin e MJ Rodriguez. Alma e coração de Pose, Rodriguez fez história e se tornou a primeira mulher trans a ser indicada em uma categoria principal na história da premiação. Esse fato entrou nas manchetes de todo o mundo e a vitória de Zendaya, no ano passado, por Euphoria, desbancando favoritas vindas de séries mais populares, provou que roubar manchetes pode ajudar bastante na categoria.

    Melhor minissérie ou antologia

    Grande categoria da noite: melhor minissérie tem embate entre as produções que geraram o maior boca a boca do anoMontagem (Disney, Netflix e HBO)

    Indicados:

    Talvez o maior prêmio da noite deste ano seja na categoria de melhor minissérie. Os maiores produtos da televisão da última temporada se concentraram na categoria das atrações limitadas. Gambito da Rainha, Mare of Easttown, WandaVision e I May Destroy You foram altamente discutidas, assistidas, premiadas e aclamadas ao longo do ano. Merecidamente, esta é a categoria mais disputada. Contudo, apenas a produção de Michaela Coel não tem chance aqui — infelizmente. Tirando isso, tudo pode acontecer. Gambito da Rainha dominou o ano passado, enquanto Mare e Wanda foram os nomes deste ano. O modelo de exibição semanal ajudou as discussões dos episódios de ambas e o fato das produções terem sido exibidas próximas ao período de votação do Emmy pode ser uma vantagem. Ao mesmo tempo, a Netflix está apostando pesado em Gambito, sem contar que Anya Taylor-Joy é a nova queridinha de Hollywood. Tudo pode acontecer aqui. 

    Melhor ator em minissérie ou antologia

    Hugh Grant em The Undoing Divulgação (HBO)

    Indicados:

    Tudo também pode acontecer aqui. Mas pelos motivos errados. Em um ano dominado por mulheres, a categoria está um marasmo. Por via das dúvidas, pode ser que os votantes encontrem na categoria a oportunidade de ouro para dar uma colher de chá para The Undoing, uma minissérie bastante assistida, e seu protagonista, Hugh Grant, um tapinha nas costas.

    Melhor atriz em minissérie ou antologia

    Melhor atriz em minissérie ou antologiaMontagem (Netflix e HBO)

    Indicadas:

    Aqui também é a mesma coisa da categoria de melhor minissérie: quem vencer melhor minissérie, vence melhor atriz e vice-versa. Não há meio-termo. Contudo, há quem diga que uma disputa entre Winslet e Taylor-Joy parece ser mais provável do que entre as duas mais Olsen. 

    Leia também