Enquanto Estivermos Juntos emociona com história tocante de superação

Baseado nas memórias de Camp, o filme se concentra no romance do famoso cantor de rock cristão

18/11/2020 19h00

Por Daniel Reininger

Enquanto Estivermos Juntos estreia nesta quinta, 19, e apresenta uma história emocionante baseada na vida real. Protagonizado por K.J. Apa, intérprete de Archie Andrews na série Riverdale, a produção retrata a trajetória pessoal do cantor Jeremy Camp ao se apaixonar pela jovem Melissa Henning (Britt Robertson) e travar uma inesperada batalha contra uma terrível doença. Confira os motivos para ir ao cinema ver o longa:

Motivos para ver

História real

Baseado nas memórias de Camp, o filme se concentra no romance do famoso cantor de rock cristão com sua primeira esposa, Melissa, com quem ele se casou em outubro de 2000, apesar de saber que ela estava morrendo. O casal sabia do câncer de Ovário de Melissa antes de se casar, mas após a Lua de Mel ficaram sabendo que havia se espalhado.

Ela morreu em fevereiro de 2001, 4 meses e meio após o casamento. O filme dramatiza e coloca muita emoção ao contar os anos de faculdade de Camp, sua ascensão como cantor conhecido e, eventualmente, o encontro com sua segunda esposa, Adrienne.

Inspirador

Apenas seis meses depois que Jeremy e Melissa estavam juntos, ela obteve um diagnóstico de câncer. Durante os meses finais em que Camp passou com Melissa no quarto do hospital, ele tocava músicas para ela e assim passou por um aperfeiçoando musical e reafirmou suas convicções religiosas. A coragem e força de Melissa e a devoção e superação de Camp são coisas raras de se ver e trazem um quentinho ao coração. 

Dramático

Enquanto estava em sua lua de mel, Camp havia escrito uma canção que se encontra em seu primeiro CD, Walk By Faith. Logo depois da morte de Melissa, Jeremy escreveu outra canção que virou número 1 nas radios americanas, I Still Believe, sobre a doença e morte de sua esposa.

O desejo de Melissa foi realizado quando o álbum de Jeremy Camp saiu nas lojas e ele saiu para a turnê. Durante suas viagens, Camp teve a oportunidade de compartilhar a sua história com muitas outras pessoas que estavam passando por dificuldades similares.

O longa mostra bem o sofrimento e união do casal diante de uma doença devastadora, mas sua união é inspiradora.

Personagens

Os personagens reais são cativantes e é impossível não se emocionar com suas histórias. São eles:

- KJ Apa encanta como Jeremy Camp, um cantor norte-americano de rock cristão.

- Britt Robertson emociona como Melissa Lynn Henning-Camp.

- Gary Sinise está muito bem como Tom Camp, pai de Jeremy.

- Shania Twain está ótima como Terry Camp, mãe de Jeremy.

- Melissa Roxburgh manda bem como Heather Henning, irmã de Melissa.

- Nathan Parsons convence como Jean-Luc, um amigo em comum também interessado em Melissa.

- Abigail Cowen aparece pouco, mas de forma impacante como Adrienne Camp, segunda esposa de Jeremy Camp.

Romântico 

O filme apresenta um romance genuíno dos protagonistas. Seu amor é digno dos grandes filmes de amor do cinema, como Nasce Uma Estrela, Moulin Rouge - Amor Em Vermelho, Se A Rua Beale Falasse, Me Chame Pelo Seu Nome, Carol, O Segredo De Brokeback Mountain. E o melhor: é uma história real! É muito fofo!

Boa música

Você pode não gostar de música cristã, mas as cancções apresentadas no longa são bem agradáveis, independente de suas letras. Filmes com foco em música sempre têm um apelo extra para quem gosta de uma boa composição e é exatamente o caso aqui. 

Para chorar

Enquanto Estivermos Juntos é um filme doce e fofo, que com certeza vai fazer você chorar, não importa sua fé ou falta de fé. Um filme que foca na esperança. E é muito legal ver como os atores KJ Apa e Britt Robertson formam um casal brilhante nas telas.

Trailer


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus