cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Entenda por que ator está sendo dor de cabeça para a Warner

    O futuro de Ezra Miller no estúdio pode estar ameaçado
    Por Thamires Viana
    11/04/2022 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Ezra Miller, ator de 29 anos, é o que costumamos chamar de "astro problema", coisa bem comum em Hollywood. 

    Embora tenha conquistado uma carreira sólida e lançado filmes consagrados como Precisamos Falar Sobre o Kevin e As Vantagens de Ser Invisível, e ser escalado como o herói Flash na DC, o americano vem somando polêmicas ao longo dos anos.

    No último dia 29 de março, Miller foi preso após criar uma confusão em um bar no Havaí, sendo acusado de conduta desordeira e assédio. Segundo o ComingSoon, o jovem ator começou a gritar obscenidades aos demais clientes, além de pegar o microfone de uma mulher que estava cantando no karaokê e depois atacar um rapaz jogando dardos em sua direção.

    No mesmo dia, o tabloide britânico Independent divulgou que um casal entrou na justiça para conseguir uma ordem de restrição temporária contra o ator. Eles alegam que Miller invadiu o quarto de hotel em que eles estavam hospedados e os ameaçou, além de roubar alguns de seus pertences, incluindo passaporte e carteira.

    Embora tenha sido liberado após pagar uma fiança de US$ 500, o ator deverá comparecer a audiência judicial nesta quarta-feira, dia 13 de abril.

    O ator Ezra Miller como Flash em 'Liga da Justiça'Reprodução

    Agressão

    Em abril de 2020, o nome de Miller foi parar dos Trending Topics do Twitter depois da publicação de um vídeo no qual ele aparece "enforcando" uma fã em Reykjavik, capital da Islândia. 

    De acordo com a pessoa que publicou o vídeo, a jovem conversava com o ator e afirmou que poderia vencê-lo em uma luta. Miller então disse algo como "Você quer brigar?", agarrando-a pelo pescoço e jogando-a no chão. Logo após a agressão, é possível ouvir o ator dizer "aprenda" em tom rude com a fã.

    Segundo ele, tudo não passou de uma brincadeira tirada do contexto, mas o vídeo assistido por mais de 3 milhões de pessoas chocou o público.

    Assista:

    Ameaça

    Em janeiro deste ano, Miller virou assunto mais uma vez após compartilhar um vídeo em seu Instagram oficial no qual dizia aos membros da Ku Klux Klan na Carolina do Norte "se matarem com suas próprias armas", caso contrário “faremos isso por vocês se é isso que vocês querem”. Sem revelar nenhuma informação sobre a postagem, o ator deixou os fãs assustados ao pedir que a publicação fosse compartilhada por todos.

    No vídeo removido de sua conta, ele dizia “Este é Ezra Miller e esta é uma mensagem para o capítulo Beulaville da Carolina do Norte Ku Klux Klan. Antes de mais nada, como vocês estão? Hum, sou eu. Olha, se vocês querem morrer, sugiro que se matem com suas próprias armas, ok? Caso contrário, continue fazendo exatamente o que vocês estão fazendo agora – e vocês sabem do que estou falando – e então, vocês sabem, nós faremos isso por vocês, se é isso que vocês querem.

    Declarações polêmicas

    Em 2018, quando concedeu uma entrevista ao The Hollywood Reporter, Miller também causou polêmica ao defender os direitos do porte de armas e a compra de armas semiautomáticas, mas a frase foi tirada da entrevista a pedido de seus empresários.

    Na mesma conversa, o ator comentou sobre o movimento #MeToo, campanha contra o assédio sexual e a agressão sexual, dizendo "Isso é o que Hollywood é. Achei que todos sabíamos que éramos profissionais do sexo”, gerando críticas ao seu posicionamento sobre o tema.

    Ezra Miller como Credence Barebone na franquia 'Animais Fantásticos'Reprodução

    Futuro incerto

    Após os incidentes no Havaí, a Warner convocou uma reunião de emergência para debater o futuro de Miller no estúdio, decidindo que os projetos futuros do astro fiquem paralisados até segunda ordem. Atualmente, ele integra o elenco da franquia Animais Fantásticos e está prestes a estrelar The Flash, longa da DC em que vive o herói-título.

    Ainda não há informações oficiais sobre a saída oficial de Miller dos projetos, mas substituir o ator em The Flash é uma das alternativas que pode ser usada pelo estúdio devido a outros problemas causados no set. Segundo uma fonte próxima, durante as gravações do filme em 2021 o americano vinha dando sinais de descontrole nos bastidores, esquecendo-se o que estava fazendo no set e entrando em uma espécie de "surto". 

    Até mesmo os fãs do personagem já estão criando petições para que Miller seja substituído por Grant Gustin, ator que vive Barry Allen na série Flash, da The CW. 

    O ator Grant Gustin em cena da série Flash, da The CWReprodução

    Embora essa demissão não tenha sido confirmada, vale lembrar que essa não seria a primeira vez em que a Warner afastaria um ator devido às polêmicas.

    Em novembro de 2020, o estúdio demitiu Johnny Depp de Animais Fantásticos depois das acusações de violência doméstica contra Amber Heard, sua ex-esposa. Ele foi substituído por Mads Mikkelsen, que assumiu o personagem Gellert Grindelwald em Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore.

    Silêncio

    Até o momento, nem Miller e nem seus representantes comentaram as últimas polêmicas e nem a decisão da Warner em pausar seus próximos projetos. Entretanto, ele excluiu seus perfis oficiais nas redes sociais.

    Apesar disso, o jovem ator integra o elenco do terceiro filme da franquia Animais Fantásticos que estreia nesta quinta-feira (14) como o personagem Credence Barebone.

    Vamos aguardar os próximos capítulos!

    Veja também: