cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    'É um filme que vai provocar diálogos', diz Lázaro Ramos sobre 'Medida Provisória'

    Em entrevista exclusiva ao Cineclick, o diretor refletiu sobre os alertas trazidos na trama de seu primeiro longa-metragem
    Por Thamires Viana
    14/04/2022 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Medida Provisória, drama que marca a estreia de Lázaro Ramos na direção, já está em cartaz nos cinemas brasileiros trazendo grande elenco e uma trama emocionante às telonas.

    Adaptado da peça “Namíbia, Não!”, de Aldri Anunciação, o drama é ambientado em um futuro distópico e mostra os negros que residem no Brasil sendo obrigados pelo governo a retornarem ao continente africano. "Eu acho que vai ser uma estreia quente e que tem gente que vai se incomodar", afirma Lázaro em entrevista exclusiva ao Cineclick.

    Embora seja um longa distópico, Medida Provisória traz consigo uma realidade lacerante sobre o preconceito racial enraizado no nosso país e as consequências disso à população negra. O diretor acredita que seu trabalho tem como principal objetivo trazer alertas e diálogos ao público.

    "Eu acho que o filme vai provocar conversas, diálogos, que é algo que a gente precisa. Muitas vezes falamos sobre a luta antirracista só nos momentos de crise, então a gente grita, grita e grita. Mas o longa está trazendo alguns alertas aqui para pensarmos no projeto de nação que queremos construir", enfatiza ele.

    Estrelado por Taís Araújo, Seu Jorge, Adriana Esteves e Alfred Enoch, Medida Provisória foi finalizado em 2020 e passou por diversos festivais internacionais, saindo vencedor do prêmio de Melhor Roteiro no Indie Memphis Film Festival, nos Estados Unidos. 

    No entanto, a estreia aqui no Brasil foi adiada diversas vezes devido a conflitos com a Agência Nacional do Cinema (Ancine) chegando às telas somente agora em 2022.

    Taís Araújo e Alfred Enoch vivem Capitu e Antônio em 'Medida Provisória'Divulgação

    O poder de transformação

    Adriana Esteves vive Isabel no filme 'Medida Provisória'Divulgação

    No enredo, Adriana Esteves vive Isabel, uma representante do governo que lidera a medida implementada para a extradição dos negros do Brasil. Diferente de Carminha, vilã da novela Avenida Brasil que se tornou uma das mais admiradas da teledramaturgia, Isabel chegará às telas sendo o total oposto.

    "Não tem como a Isabel ser amada, de jeito nenhum. Ela é uma denúncia de tudo o que a gente vê por aí hoje em dia na nossa sociedade. Não só hoje, como há muito tempo. Ela é uma pessoa extremamente desumana e alienada que segue os padrões de um governo desumano e racista", pontua a atriz.

    Adriana também afirma que embora Isabel seja uma personagem que vai contra tudo o que ela acredita, é de total importância a retratação de personagens como essa para transformar as pessoas através da arte.

    "É uma pessoa muito difícil e que a gente não quer ver na nossa sociedade. Porém, eu quero que se de alguma alguma forma tivermos esse alcance com a arte, a gente transforme pessoas que pensam como ela", reflete a atriz. 

    O drama mesclado ao humor

    Embora seja um filme realista e que deverá emocionar os espectadores, Medida Provisória carrega uma leveza pontual trazida, principalmente, por André, jornalista interpretado por Seu Jorge. Segundo ele, equilibrar o drama e o humor do personagem foi um processo difícil e de muito cuidado. 

    "Estou habituado a fazer personagens com bastante conflitos, portanto, para um papel que tem esse lugar de leveza, nós tínhamos que encontrar no roteiro, no set e no cenário essa construção. Eu fui intuitivo tentando encontrar isso no André. Com muita sorte e o olhar atento do Lázaro, eu fui esculpindo o que poderia ser feito. Por outro lado, utilizei essas cargas emocionais de outros personagens para compor os momentos difíceis do André", contou o ator e cantor. 

    Enquanto a medida provisória causa pânico na população brasileira no longa, André está acompanhado do primo Antônio, advogado vivido pelo ator Alfred Enoch. A parceria da dupla ganha destaque logo nos primeiros minutos do filme e garante momentos emocionantes nas telas.

    Seu Jorge e Alfred Enoch vivem André e Antônio em 'Medida Provisória'Reprodução

    Nascido na Inglaterra, Enoch é filho de uma brasileira e estrela seu primeiro trabalho aqui no país. Ele pontua o quão orgulhoso é por ter sangue brasileiro e como foi fazer de Antônio um homem apaixonado por sua nação. 

    "Essa também é a minha terra. Eu sou brasileiro, tenho dupla nacionalidade. Nasci em Londres, mas meu lado brasileiro é forte pois é a terra da minha mãe e a minha terra materna", entrega ele emocionado. "É ótimo poder estar aqui no Brasil e afirmar isso no trabalho, no cinema, fazendo parte de um filme que eu acredito e que é tão importante", conclui o ator que também fez sucesso na franquia Harry Potter e na série How To Get Away With Murder

    Medida Provisória

    Além dos nomes já citados, Medida Provisória ainda traz no elenco Renata Sorrah, Aldri Anunciação, Flavio Bauraqui, Dona Diva, Hilton Cobra, Jéssica Ellen,  Emicida e o Afrobunker, núcleo de resistência formado por atores e atrizes de teatro no Rio de Janeiro. 

    Com 1h43 de duração, o longa já está em cartaz nos cinemas brasileiros. 

    Veja também: