cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Equipe do filme Sabor da Paixão conversa com Cineclick

    Por Da Redação
    11/10/2000

    Roteirista, diretora e ator principal da comédia romântica Sabor da Paixão – filme com estréia prometida para o próximo dia 27 – conversaram durante a tarde de ontem com a reportagem do Cineclick, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

    Sabor da Paixão é uma verdadeira produção multinacional: a distribuição é da norte-americana Fox Searchlight (divisão da 20th Century Fox para filmes considerados “menos comerciais”), a direção é da venezuelana Fina Torres, a atriz principal é a espanhola Penélope Cruz, o ator principal é o brasileiro Murilo Benício e a roteirista, também brasileira, é a estreante Vera Blasi. O resultado desta “globalização” funcionou: o filme é leve, divertido e romântico.

    A trama fala de uma garota baiana que briga com o marido e abandona o Brasil em busca de uma vida melhor nos EUA. “Mais ou menos como aconteceu comigo – afirma a diretora Fina Torres – mas com uma grande diferença: eu não saí do meu país, a Venezuela, por causa de um amor frustrado, mas sim para ampliar meus horizontes, conhecer o mundo. Acabei me tornando cineasta e hoje trabalho nos EUA”.

    Fina não dá muita importância para o fato da “garota baiana” do seu filme ser interpretada pela espanhola Penélope Cruz, e não por uma atriz brasileira. “Cinema é interpretação" – afirma. "Ninguém contrata uma prostituta para fazer o papel de prostituta, nem um bandido para o papel de vilão. E Penélope tinha exatamente todos os elementos que eu precisava para o filme. Ela está excelente!”, diz a cineasta.

    Já a roteirista Vera Blasi não esconde a satisfação em ver, pela primeira vez, um roteiro seu ser produzido: “A sensação de ver na tela grande aquilo que eu imaginei e coloquei no papel é indescritível. Eu já tinha começado a ter esta sensação logo quando as filmagens começaram. Quando eu vi os atores falando exatamente os diálogos que eu tinha escrito, fiquei muito emocionada”.

    Vera também ficou surpresa com a fidelidade que o filme manteve em relação ao seu roteiro: “Eu tenho consciência que os estúdios americanos alteram muito a idéia original dos roteiristas. Isso é muito comum, durante o processo de filmagem e finalização. Mas no caso de Sabor da Paixão isso felizmente não aconteceu. O que se vê na tela é exatamente o que eu escrevi no papel”, comemora.

    O principal papel masculino de Sabor da Paixão é de Murilo Benício, que vive o marido de Penélope Cruz. Este é o quinto longa-metragem em que ele atua, mas o primeiro produzido nos EUA: “A diferença é grande", diz Murilo. Quando você chega lá para filmar e toma contato com a grandeza dos estúdios, com a enorme estrutura que eles têm, você tem a nítida sensação de que o americano nasceu para fazer cinema. É impressionante!”

    Murilo adianta também que o seu sexto longa já está quase pronto, e que será lançado no início do próximo ano. “É uma história muito interessante chamada Amores Possíveis. Tem a direção de Sandra Werneck, e a presença da Carolina Ferraz no elenco. Sem querer entregar muito da história, Murilo diz que se trata de uma trama de encontros e desencontros amorosos. E que tudo tem seu ponto de partida numa sala de cinema.

    É esperar para ver.