Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Sofia Coppola

Cineasta ítalo-americana é uma das mais renomadas de Hollywood

23/10/2020 19h10

Por Thamires Viana

Sofia Coppola é uma das cineastas mais renomadas e completas de Hollywood. Além de dirigir longas de sucesso, a ítalo-americana também é roteirista, produtora, empresária e atriz. Filha do também cineasta Francis Ford Coppola (O Poderoso Chefão), a jovem cresceu em meio ao cinema e hoje é um dos nomes mais influentes da geração.

Em 2004, ela se tornou a terceira mulher a ser indicada para o Oscar de Melhor Direção e venceu uma estatueta dourada de Melhor Roteiro Original por Encontros E Desencontros, longa estrelado por Scarlett Johansson e Bill Murray, que se tornou um dos mais memoráveis de sua carreira.  

Em muitos de seus filmes, Sofia aborda temas delicados como melancolia, depressão e solidão, mesclados a uma inconfundível fotografia e diálogos densos. Seu mais novo projeto, On The Rocks, é estrelado por Rashida Jones e Bill Murray, e chegou nesta sexta-feira (23) ao catálogo de streaming Apple TV+.

Dando continuidade ao especial Mulheres na Direção, no qual o Cineclick dedica o mês de outubro às diretoras que exercem trabalhos memoráveis no cinema, conheça mais sobre a carreira de Sofia Coppola.

PERFIL: Sofia Coppola

Sofia Carmina Coppola nasceu em 1971 na cidade de Nova York e é a filha mais nova do casal Eleanor e Francis Ford Coppola. A única menina da família tinha apenas um ano de idade quando participou de uma cena no clássico O Poderoso Chefão, de 1972, um dos maiores sucessos da carreira de Francis.

Em 1986, aos 15 anos, a jovem se arriscou no mundo da moda e ingressou no Instituto de Artes da California, garantindo um estágio na luxuosa marca francesa Chanel, o que a incentivou a fundar, em 1994, a MilkFed, marca de roupas comercializada exclusivamente no Japão, que se tornou um ícone fashion dos anos 90.

Cinema

Lick the Star, o primeiro curta-metragem de Sofia, veio quatro anos depois, em 1998, quando ela encontrou sua verdadeira vocação e embarcou no mundo do cinema para seguir os passos de seus pais. O filme, todo rodado em preto e branco, trazia a história de um grupo de amigas que planejava envenenar os meninos da escola. Já no curta, Sofia abordou sentimentos de solidão e melancolia, que viria a ser alguns dos grandes temas de seus filmes.

O primeiro longa-metragem de sua carreira foi As Virgens Suicidas, drama de 1999 estrelado por Kirsten Dunst. O longa foi aclamado no Festival de Sundance, um dos mais importantes do cinema, por mesclar o delicado tema do suicídio a uma trama poética e imersiva. 

No mesmo ano, Sofia se casou com o diretor Spike Jonze (Ela), com quem permaneceu até 2003. Eles formaram um dos casais mais queridos do mundo da sétima arte e o término veio pouco antes da estreia de Encontros E Desencontros, um dos maiores sucessos de sua carreira. O filme ambientado em Tóquio, no Japão, levou quatro indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme e Melhor Direção, e saiu vitorioso na categoria de Melhor Roteiro Original.

Alguns fãs assíduos afirmam que Ela, romance de Jonze estrelado por Joaquin Phoenix em 2013, é uma resposta à trama desse premiado longa de Sofia, já que ambas as histórias possuem curiosas semelhanças e ligações.

Com Maria Antonieta, filme de 2006, Sofia repetiu a parceria com a atriz Kirsten Dunst que estrelou como a rainha da França arrancando elogios de público e crítica. No ano seguinte, o filme venceu o Oscar de Melhor Figurino por trazer trajes bem fiéis ao século XVIII assinados pela premiada figurinista Milena Canonero.

Já em 2010, com o drama Um Lugar Qualquer, a cineasta quebrou um recorde ao se tornar a primeira mulher vencedora do Leão de Ouro, o maior prêmio no Festival de Cinema de Veneza. O filme estrelado por Stephen Dorff e Elle Fanning foi um dos mais elogiados da carreira de Sofia. Além do prêmio, o trabalho também trouxe muita sorte no amor, já que em 2011 ela se casou com Thomas Mars, vocalista da banda francesa Phoenix, que foi responsável pela trilha sonora do filme.

Em Bling Ring: A Gangue De Hollywood, longa de 2013, Sofia trouxe para as telonas um lado mais dinâmico do seu trabalho de direção. Regado de adrenalina, o filme é inspirado em uma história real de um grupo de jovens que praticava grandes assaltos em casas de celebridades como Lindsay Lohan e Orlando Bloom. Estrelado por Emma Watson e Taissa Farmiga, o filme ganhou o público pela forma divertida com a qual o fato é contado.

O último trabalho lançado por Sofia nos cinemas foi O Estranho Que Nós Amamos, drama estrelado por Nicole Kidman, Elle Fanning e Kirsten Dunst, as duas últimas repetindo a parceira de sucesso com a cineasta. A produção é baseada no livro homônimo de Thomas P. Cullinan e segue um soldado da Guerra de Secessão que encontra abrigo em um internato feminino.

Streaming

A ítalo-americana também trouxe duas de suas produções exclusivamente para catálogos de streaming. O primeiro foi o especial de Natal A Very Murray Christmas, que chegou à Netflix em 2015 estrelado pelo seu fiel parceiro Bill Murray. Com um time de estrelas, o ator transforma uma noite desastrosa de Natal em uma mágica comemoração.

Já seu novo filme, On The Rocks, também é estrelado por Murray e chegou nesta sexta-feira (23) ao catálogo da Apple TV+. Na trama, que também traz Rashida Jones e Marlon Wayans, uma jovem recém-casada se reaproxima de seu pai para superar algumas inseguranças no casamento. 

DESTAQUES NA CARREIRA

As Virgens Suicidas (1999)

Em uma casa suburbana, numa família comum de classe média dos anos 70, vivem cinco lindas irmãs adolescentes que alimentam os sonhos da vizinhança e fascinam os garotos da escola. Quando a caçula se suicida, a atenção das pessoas se volta ainda mais para família Lisbon. Os pais, rígidos, temerosos e super-protetores, mantêm as filhas isoladas do mundo, sem perceber que isso não as protege. Apesar do tema pesado, o filme consegue uma boa mistura de humor, drama e poesia.

Encontros E Desencontros (2003)

O longa se concentra em dois hóspedes de um mesmo hotel em Tóquio: Bob (Bill Murray), famoso ator de meia-idade que está na cidade para participar de um comercial de uísque, e Charlotte (Scarlett Johansson), a jovem esposa de um fotógrafo de moda também trabalhando na cidade. A partir de um encontro casual no bar do hotel, eles passam a explorar maneiras originais e agradáveis de fugir do tédio e da solidão que os persegue e essa nova amizade faz com eles questionem suas respectivas vidas e carreiras.

Maria Antonieta (2006)

O filme mostra a vida de Maria Antonieta (Kirsten Dunst), uma jovem vienense que, em 1774, tornou-se a rainha da França. Às vésperas da Revolução Francesa, ela ficou conhecida entre a população por seu desinteresse político, um dos fatores que culminaram na violenta revolta popular contra a família real francesa.

Um Lugar Qualquer (2010) 

Johnny Marco (Stephen Dorff) é um ator de Hollywood hospedado no tradicional hotel Chateau Marmont. Desfrutando da fama de uma carreira bem-sucedida, seu brilho nas telas não se reflete na vida pessoal. Quando não está filmando ou em algum compromisso de trabalho, seu dia-a-dia se resume a bebedeiras e farras com mulheres. A convivência inesperada com sua filha de 11 anos, Cleo (Elle Fanning), leva Johnny a reavaliar suas escolhas.

Bling Ring: A Gangue De Hollywood (2013)

Baseado no artigo Os Suspeitos Usavam Louboutins, da jornalista Nancy Jo Sales para a revista Vanity Fair, o longa acompanha a série de invasões de um grupo de adolescentes a casas de famosos como Paris Hilton, Lindsay Lohan e Orlando Bloom. Entre artigos de luxo como roupas, joias e obras de arte, esses jovens roubaram uma quantia avaliada em US$ 3 milhões de dólares.

 

Veja também:

Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Anna Muylaert

Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Laís Bodanzky

Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Nia DaCosta

 


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus