cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Estúdios de Hollywood esnobam atores

    Por Da Redação
    01/05/2008

    Mais uma rodada de negociações entre os estúdios de Hollywood e o Screen Actors Guild (SAG), sindicato dos atores norte-americanos, ocorreu nos EUA e as negociações não avançaram. A Alliance of Motion Picture and Television Producers, que reúne os estúdios e produtores de TV e cinema, divulgou em seu site as novidades sobre as negociações e percebe-se que a linguagem está mais respeitosa do que a usada no episódio da greve dos roteiristas, reflexo direto da gravidade da situação caso os atores entrem em greve a exemplo de seus colegas roteiristas.

    Mesmo assim, a aliança parece ser dura: a não ser que os representantes do SAG desistam de suas demandas em sobre lucros em DVD e novas mídias (como internet e celulares), não haverá acordos, mesmo no caso se greve.'

    Desde abril, o SAG negocia com os estúdios um contrato coletivo vigente por três anos, que irá abrangir cerca de 120 mil atores, tanto de cinema quanto de televisão. Alguns líderes do grupo alegam que irão tentar ir além das regras acordadas pelos outros sindicatos. Os atores querem aumentar a quantia que recebem quando seus filmes e programas de TV são vendidos em DVD. Os roteiristas tiveram que abrir mão deste benefício. O SAG também quer que os atores recebam uma porcentagem da receita publicitária do merchandising de produtos que são obrigados a divulgar em seus trabalhos.

    Diante de uma possível paralisação dos atores, os estúdios se negam a iniciar qualquer produção que possa passar da data limite do contrato coletivo com os atores, que vai até dia 30 de junho.