cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Godzilla e No Limite do Amanhã têm cenas exibidas em evento

    Cenas dos filmes foram exibidas em evento em São Paulo
    Por Daniel Reininger
    21/03/2014

    O Cineclick foi convidado pela Warner.Bros para assistir a cenas do aguardado Godzilla e do longa de ficção científica estrelado por Tom Cruise, No Limite Do Amanhã. O evento aconteceu na manhã desta sexta-feira no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

    Como já era esperado, o novo filme do monstro japonês está repleto de cenas de ação, porém o mais empolgante é o suspense criado nos momentos que precedem os combates – fator importante para a narrativa não cair no marasmo. O vídeo apresentado pelo próprio diretor Gareth Edwards ainda mostra a origem do bicho, a conspiração para escondê-lo e o drama de uma família destruída.

    O personagem sempre foi uma metáfora sombria para um país bombardeado por ataques nucleares devastadores e assolado por desastres naturais. Entretanto, o ocidente nem sempre percebe esses detalhes e o personagem acaba reduzido a uma história quase infantil fora do Japão. Ao que parece, esse remake pretende resgatar o aspecto crítico, utilizando imagens de tsunamis e de acidentes nucleares que lembram muito os eventos de março de 2011, sem perder a capacidade de entreter.

    Tudo começa exatamente com um colapso nuclear. Bryan Cranston, o astro de Breaking Bad, tenta entender os tremores responsáveis por abalar a usina onde trabalha, mas o vazamento é iminente. Durante o acidente, o personagem sofre uma perda pessoal terrível e o ator mostra que pretende manter o nível apresentado do seriado que lhe deu fama mundial. Além de mostrar a preocupação do diretor com o lado humano da história.

    Godzilla

    Outras cenas exibidas, assim como boa parte do filme, se passam 15 anos depois desse acontecimento. Cranston volta o local para tentar entender o que aconteceu com a usina. Eventualmente, Godzilla retorna e, a partir daí, o monstro cruza diversos locais do planeta espalhando caos. Para fechar, foi mostrada em detalhes a cena do salto dos paraquedistas sobre a cidade destruída e ela é tão dramática como os trailers deixam transparecer.

    Diferente do filme de 1998, fica claro que Godzilla é a maior ameaça já enfrentada pela humanidade e isso gera a sensação de urgência necessária para filmes desse tipo. Os efeitos especiais estão realistas, porém as cenas exibidas acontecem predominantemente de noite, o que facilita para esconder possíveis defeitos. Já o grito do monstro é de arrepiar os cabelos.

    O longa estreia em 15 de maio no Brasil e tem potencial para surpreender. Só resta saber se a trama vai segurar a onda. Para saber se o remake funciona, fique ligado na nossa crítica, que sai na semana do lançamento.

    No Limite do Amanhã

    O longa estrelado por Tom Cruise e Emily Blunt estreia em 29 de maio e é baseado no romance japonês All You Need Is Kill, de Hiroshi Sakurazaka. Com inspiração em clássicos de ficção científica ocidental, como Tropas Estelares, e elementos da cultura Pop japonesa a produção empolga pelas cenas de ação muito bem construídas e pelo aliens assustadores e extremamente mortais.

    Continua após o anúncio
    No Limite do Amanhã

    O vídeo exibido começa com o próprio Cruise elogiando o elenco e equipe de produção, em seguida começam as cenas do filme, com seu personagem, Bill Cage, acordando numa base militar. Ele enfrenta problemas com um sargento antes de ser mandado, a contragosto, para a última batalha que vai decidir o destino da humanidade.

    Ele morre, como fica claro na sinopse, e volta para o momento em que acorda na base antes da batalha. Cage revive a situação diversas vezes e tenta mudar, sem sucesso, o desfecho do combate a cada tentativa. Eventualmente, se une a Rita (Blunt), soldado de elite que já passou por experiência parecida. Juntos, tentam vencer a guerra e tirar o protagonista do looping temporal.

    Apesar dos bons momentos apresentados, No Limite Do Amanhã tem dois aspectos preocupantes: humor fora de hora e o possível romance piegas entre os personages principais. São aspectos que podem funcionar no conjunto da obra mas pareceram deslocados nas cenas exibidas e é impossível não comparar a produção com Oblivion, também estragado por romances e situações sem explicação.

    Por outro lado, as batalhas estão ótimas e lembram muitos animes e mangás, com escalas épicas, seres rápidos e lutas corpo a corpo entre humanos empunhando espadas gigantes protegidos por exoesqueletos futuristas e seres de outro planeta feitos de metal e extremamente ágeis.

    Enquanto esperamos para conferir o quão divertido realmente serão esses lançamentos da Warner, assista aos trailers: