cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Feiticeira Escarlate é tão poderosa assim?

    Em 'Doutor Estranho 2', algumas cenas causaram indignação nos fãs
    Por Daniel Reininger
    16/05/2022 - Atualizado há cerca de 2 meses

    A Feiticeira Escarlate vivida por Elizabeth Olsen em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura causou estranheza em muita gente, além de irritar fãs de longa data com algumas cenas. Ela mostra um poder absurdo, que seria suficiente para vencer Thanos diversas vezes, impedindo toda a tristeza e destruição de Guerra Infinita e Ultimato.

    Mas ela é tão poderosa assim realmente? Ou foi um erro de roteiro do novo filme do Mago da Marvel? A gente explica!

    Feiticeira Escarlate

    A personagem é uma mutante, normalmente retratada como filha de Magneto, e foi criada pelo roteirista Stan Lee e pelo desenhista Jack Kirby. Sua primeira aparição foi em "X-Men" # 4 (março de 1964).

    Originalmente, ela tinha a capacidade de alterar probabilidades de eventos, como ataques contra ela, mas nos anos 80 ela se tornou uma feiticeira poderosa e eventualmente se tornou forte o suficiente para alterar a própria realidade.

    A Feiticeira Escarlate foi retratada pela primeira vez como uma supervilã ao lado de seu irmão gêmeo Pietro Maximoff (Mercúrio), ambos membros fundadores da Irmandade dos Mutantes. Um ano depois, ela se juntou à equipe de super-heróis dos Vingadores.

    Antes mesmo da Marvel Studios recuperar os direitos dos X-Men, um acordo foi feito para poder incluir a Feiticeira Escarlate e Mercúrio no Universo Cinematográfico Marvel, afinal, eles são mais associados aos Vingadores do que aos X-Men.

    Cuidado, spoilers

    Cuidado, spoilers de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura adianteReprodução / Montagem

    Multiverso da Loucura

    Em Multiverso da Loucura, ela se mostra mais poderosa do que Doutor Estranho, Wong e todo o poder combinado de todo o Kamar Taj, uma fortaleza e escola de magia escondida no Himalaia. Um nível de poder de combate que, até então, não tínhamos visto.

    E não é só isso, mais pra frente no filme ela é capaz de vencer, sem muito esforço, alguns dos personagens mais poderosos da Marvel: Senhor Fantástico, Capitã Marvel, Capitã Carter, Raio Negro e Professor Xavier combinados, que, em seu universo, foram capazes de vencer Thanos bem antes do fatídico estalo que acabou com metade da vida no universo.

    Ou seja, a Feiticeira Escarlate de Multiverso da Loucura poderia ter derrotado Thanos num piscar de olhos, tamanho seu poder. Então por que não o fez antes?

    Poderes e Habilidades

    A Feiticeira Escarlate inicialmente podia criar eventos surreais, além de desviar objetos e ataques, gerar combustão instantânea ou enferrujar metais, além de outros eventos improváveis, porém contidos.  

    Aos poucos, tanto nos quadrinhos quanto nos filmes, seus poderes evoluíram para níveis catastróficos, principalmente quando Wanda se mostra capaz de controlar a Energia do Caos, uma das formas mais poderosas. Por meio da Magia do Caos, que ela pode usar para ignorar as leis da física e do espaço-tempo, ela passa a ser capaz de alterar toda a realidade, como fez no arco dos quadrinhos Dinastia M, no qual mudou a realidade e fez com que milhões de mutantes simplesmente não existissem.

    Wanda se torna tão poderosa que é capaz de ressuscitar os mortos, como fez com seu irmão Pietro nas HQs, pode apagar seres da existência ou criar seres a partir do nada. 

    Nos quadrinhos, é explicado que ela é capaz de feitos infinitos e inimagináveis. E nos cinema parece que ela está perto desse nível de poder. Entretanto, ela também é uma personagem instável, que mais de uma vez perde o controle de sua emoções e de seus poderes.

    Filme faz sentido

    A Feiticeira Escarlate, em Vingadores: Ultimato, conseguiu bater forte em Thanos, enquanto o bombardeava com ataques alimentados pela sua dor. Depois de destruir sua espada, Wanda começa lentamente a rasgar Thanos pedaço por pedaço e se a nave do vilão não intervisse, Wanda provavelmente teria derrotado o vilão sozinha.

    Isso foi apenas o começo, porque depois disso ela se mostra cada vez mais forte, tanto em Wandavision, quanto em Multiverso da Loucura

    Ou seja, essa evolução de poder da personagem foi mostrada no MCU desde sua introdução, então não é algo simplesmente novo que surgiu convenientemente para o filme do Mago.

    Além disso, está completamente de acordo com a evolução da personagem nos quadrinhos, que também se torna cada vez mais poderosa aos poucos, até se tornar um ser de poder imensurável. 

    Isso, porém, não explica o motivo da luta contra os Illuminati ter sido tão fácil e tão rápida, com soluções simplórias, como Reed Richards dar a dica de como matar Raio Negro. Essa luta sim, é um problema de roteiro, mas não o nível de poder de Wanda.

    Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

    Doutor Estranho no Multiverso da Loucura traz o retorno de Cumberbatch como o mago da Marvel. Na trama, ele enfrenta uma ameaça ao Multiverso que quer sequestrar uma garota poderosa, capaz de viajar para outros universos. Cabe ao Mago impedir essa força terrível de conquistar seu objetivo.

    A direção é assinada pelo cineasta Sam Raimi e o elenco ainda traz nomes como Rachel McAdams, Benedict Wong e Xochitl Gomez.

    Doutor Estranho no Multiverso da Loucura está bombando nos cinemas!

    Veja mais