cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Festivais e diretores apoiam libertação de Jafar Panahi

    Petições online, cartas de festivais e apoios de cineastas pedem que governo iraniano volte atrás
    Por Da Redação
    22/12/2010

    O diretor iraniano Jafar Panahi (Fora do Jogo) foi preso na última segunda-feira (20) e sentenciado a seis anos de prisão, além de ter de ficar 20 anos distante da atividade cinematográfica. Aos poucos, vão surgindo as primeiras manifestações oficiais de repúdio à decisão do governo de Mahmoud Ahmadinejad e pedidos para que a sentença seja anulada, segundo o The Hollywood Reporter.

    Os festivais de Cannes, Berlim, Locarno, Rotterdam e Karlovy Vary, além de associações de cinema francesas e suíças, assinaram uma carta condenando as prisões tanto de Panahi quanto de Mohammed Rassoulov, outro cineasta preso na ocasião. Um trecho da carta afirma: "A verdade é que Jafar Panahi é inocente e seu único crime foi desejar continuar com o exercício livre de sua profissão de cineasta no Irã." Indo além, a carta também diz que o governo iraniano construiu uma "máquina de guerra para destruí-lo, encarcerá-lo e silenciá-lo".

    O diretor do Festival de Berlim, Dieter Kosslick, disse que "é chocante ver um diretor renomado sendo punido tão severamente por seu trabalho artístico". Inclusive, ele o convidou para ser parte do júri na próxima edição do festival, confiando na anulação da sentença que o obriga a ficar 20 anos sem sequer sair do país.

    Mais de 5.500 pessoas assinaram uma petição online que pede a libertação de Panahi. Os cineastas que tinham ajudado o diretor em sua primeira prisão (Steven Spielberg, Francis Ford Coppola, Martin Scorsese e Robert Redford) também se posicionaram a favor da causa.