cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Festival de Brasília começa hoje

    Por Da Redação
    21/11/2000

    O Festival de Brasília do Cinema Brasileiro realiza a abertura da sua 33ª edição na Sala Villa Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro com a exibição de Barra 68 - Sem perder aTernura, de Vladimir Carvalho. Para acompanhar a sessão, fechada para convidados, será executada a música “O Meu Amor não Chorou”, de Marcos Vinícius, pelo Maestro Silvio Barbato.

    O documentário é um registro da invasão feita por tropas militares à Universidade de Brasília, em 1964. O episódio, que resultou na prisão de 500 estudantes, antecedeu a promulgação do AI-5, que fechou o Congresso Nacional. Em Barra 68, há depoimentos de ex-professores da UnB, como Jean-Claude Bernardet e Oscar Niemeyer, além de imagens do confronto.

    Locais de exibição e preço

    A partir do dia 22, o público poderá acompanhar a programação do 33º Festival no Cine Brasília, no Espaço Cultural Renato Russo e em Taguatinga, no Top Mall. Serão exibidas 18 produções, em 35mm: seis longas-metragens e 12 curtas. As sessões de filmes nessa bitola serão realizadas no Cine Brasília, às 20h30, com reprise às 23h.

    No dia seguinte, às 15h, os dois curtas e o longa serão exibidos também no Cine Brasília, e em Taguatinga, às 20h. Serão exibidos dois curtas e, na seqüência, um longa. Os ingressos serão vendidos a R$ 6,00 e R$ 3,00 para estudantes que apresentarem carteirinha.

    Além disso, 29 filmes de 16mm serão projetados na Sala Marco Antônio Guimarães do Espaço Cultural Renato Russo, às 15h, a partir do dia 23. Essas sessões são gratuitas.
    As bilheterias dos cinemas serão abertas às 14hs.

    Informações

    Estão disponíveis no site oficial do Festival – sinopses, fichas técnicas dos filmes, além de fotos que podem ter download efetuado e ainda entrevistas com diretores, matérias especiais e o histórico do Festival.

    Programação dos filme/35mm:

    Dia 22, quarta-feira

    A Sintomática Narrativa de Constantino, de Carlos Dowling - curta
    Outros, de Gustavo Spolidoro - curta
    Tônica Dominante, de Lina Chamie - longa
    Dia 23, quinta-feira
    Tropel, de Eduardo Nunes
    É o Bicho!, de Sylas Andrade
    Minha Vida em Suas Mãos, de José Antonio Garcia
    Dia 24, sexta-feira
    Brennand – De Ovo Domina, de Liz Donovan
    Almas em Chamas, de Arnaldo Galvão
    Brava Gente Brasileira, de Lucia Murat
    Dia 25, Sábado
    O Sanduíche, de Jorge Furtado
    Pixaim, de Fernando Belens
    Latitude Zero, de Toni Venturi
    Dia 26, Domingo
    Sinistro, de René Sampaio
    Sargento Garcia, de Tutti Gregianin
    Bicho de 7 Cabeças, de Laís Bodanzky
    Dia 27, segunda-feira
    Os Filhos de Nelson, de Marcelo Santiago
    Célia e Rosita, de Gisella de Mello
    O Chamado de Deus, de José Jofilly