cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Festival de Gramado: Barata Ribeiro, 716 leva o Kikito de melhor filme

    Longa conta as aventuras de jovens boêmios em plena ditadura
    Por Iara Vasconcelos
    04/09/2016

    O 44º Festival de Gramado acabou de forma surpreendente ao entregar o Kikito de melhor filme a um longa que estava longe de ser um dos favorito.

    Barata Ribeiro, 716, drama dirigido pelo carioca Domingos Oliveira, que narra a vida de jovens boêmios de Copacabana em plena ditadura militar, deixou para trás a cinebiografia de Elis Regina, com Andreia Horta no papel da cantora, cuja vitória era quase certa. Na mesma categoria concorriam "El Mate", "O Roubo da Taça", "O Silêncio do Céu", e "Tamo Junto".

    O longa de Oliveira ainda levou os Kikitos de melhor roteiro, fotografia, direção de arte, melhor ator para Paulo Tiefenthaler. Já Elis ficou com os prêmios do júri popular, montagem e de melhor atriz para a elogiada atuação de Andréia Horta.

    A cerimônia ainda contou com homenagens a Elke Maravilha, que morreu a menos de um mês. A atriz foi premiada pela atuação no curta-metragem "Super Oldboy".

    Sonia Braga, estrela do elogiada Aquarius, foi homenageada com o troféu Oscarito pelo conjunto de sua obra. Tony Ramos recebeu o troféu Cidade de Gramado, prêmio honorário concedido a personalidades marcantes do cinema. José Mojica Marins (o Zé do Caixão) e a atriz argentina Cecilia Roth (Tudo Sobre Minha Mãe) também foram lembrados.

    + Leia a crítica de Aquarius

    Veja os premiados nas principais categorias:

    Melhor Filme: "Barata Ribeiro, 716", de Domingos Oliveira
    Melhor Direção: Domingos Oliveira ("Barata Ribeiro, 716")
    Melhor Atriz: Andréia Horta ("Elis")
    Melhor Ator: Paulo Tiefenthaler ("O Roubo da Taça")
    Melhor Atriz Coadjuvante: Glauce Guima ("Barata Ribeiro, 716")
    Melhor Ator Coadjuvante: Bruno Kott ("El Mate")
    Melhor Roteiro: Lucas Silvestre e Caíto Ortiz ("O Roubo da Taça")
    Melhor Fotografia: Ralph Strelow ("O Roubo da Taça")
    Melhor Filme - Júri Popular: "Elis", de Hugo Prata
    Melhor Filme - Júri da Crítica: "O Silêncio do Céu", de Marco Dutra
    Prêmio Especial do Júri: "O Silêncio do Céu", pelo domínio da construção narrativa e da linguagem cinematográfica
    Prêmio Especial do Júri: Elke Maravilha ("Super Oldboy") e Maria Alice Vergueiro ("Rosinha"), pela contribuição artística de ambas
    Prêmio Aquisição Canal Brasil: "Rosinha", de Gui Campos