cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Festival Guarnicê comemora 30 anos

    Por Da Redação
    14/06/2007

    Começou na última segunda-feira (11) e vai até o próximo dia 17 o evento cinematográfico considerado por boa parte do mercado como o mais simpático de sua categoria: o Festival Guarnicê de Cinema, em São Luís (Maranhão), que este ano chega à invejável marca de 30 anos ininterruptos de atividades.

    Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, o festival exibe gratuitamente mais de 300 produções audiovisuais brasileiras, entre filmes e vídeos. Durante toda esta semana, o público assistirá às sessões competitivas de filmes e vídeos, reportagens, videoclipes e vídeos 1 Minuto, além de uma programação exclusiva com filmes temáticos e uma importante mostra de Cinema Espanhol. O Guarnicê ainda oferece palestras, debates e oficinas com destacados nomes do cinema brasileiro.

    E por que o evento é considerado como o mais simpático do País? Principalmente pela sua autenticidade. Capitaneado há 30 anos por Euclides Moreira - professor da Universidade do Maranhão e um dos mais conhecidos agitadores culturais do Estado -, o Guarnicê faz questão de difundir não apenas o cinema brasileiro, como também a riqueza da cultura maranhense. Sempre após as exibições de filmes, a produção proporciona aos convidados shows folclóricos de Bumba Meu Boi, Tambor de Crioula ou Cacuriá, manifestações populares de extrema beleza e musicalidade, simplesmente obrigatórias no repertório cultural de qualquer brasileiro. Tudo isso sem contar com o atrativo clima festivo que São Luís esbanja neste tradicional mês de festas juninas, quando as comemorações populares explodem em cada canto da cidade.

    Temperando uma saudável mistura de filmes, vídeos, música, dança e muita cultura, o Festival Guarnicê de Cinema chega ao seu 30º aniversário firmando-se como o terceiro mais antigo festival de cinema do País, perdendo apenas para Brasília e Gramado, mas ganhando de todos em simpatia e autenticidade cultural.