cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Filme de Natalie Portman é criticado em Jerusalém

    Comunidade ultraortodoxa se manifestou contra a presença do set de A Tale of Love and Darkness em locais sagrados
    Por Ana Carolina Addario
    11/02/2014

    Estreia da premiada Natalie Portman (Cisne Negro) na cadeira de diretora, o longa A Tale of Love and Darkness está sendo alvo de protestos em Jerusalém, seu set de filmagens desde o início do ano. Parece que a presença da equipe hollywoodiana andou desagradando a comunidade local.

    Segundo a Variety, a atriz levou a staff do filme para sua terra natal e trabalhava tranquilamente nas últimas semanas. Mas seu sossego acabou quando uma comunidade ultraortodoxa (que corresponde a 10% da população local), sediada no bairro de Nachlaot, começou a atacar a produção, acusando-a de imprópria para seus preceitos religiosos.

    Parte dos protestos foi realizada através de grafites pintados próximos ao set, que taxava a produção de "invasão estrangeira". A imprensa local revelou ainda que a prefeitura de Jerusalém chegou a receber uma carta inflamada da comunidade em questão denunciando a presença da equipe do longa próxima a sinagogas e outros lugares sagrados.

    Dirigido e estrelado por Natalie Portman, A Tale of Love and Darkness é a adaptação da novela autobiográfica de Amos Oz, um dos autores israelenses mais consagrados da literatura contemporânea, que recorda sua vida na Jerusalém dos anos 1940.