cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Filme sobre aborto é o grande campeão do Festival de Veneza 2021

    Júri presidido por Bong Joon Ho (Parasita) deu a honraria máxima ao longa L’événement
    Por Da Redação
    13/09/2021 - Atualizado há 4 dias

    O Festival Internacional de Cinema de Veneza de 2021 chegou ao fim no último sábado (13) e deu à vitória principal para mais uma cineasta. O grande vencedor da edição foi L’événement (2021), filme da diretora francesa Audrey Diwan.

    Este é o terceiro evento mundial de cinema deste ano a dar grande vitória da edição a uma mulher. No início de 2021, acompanhamos a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas honrar Chloé Zhao com dois Oscars, os de melhor filme e o de melhor direção por Nomadland (2020). Em seguida foi a vez do Festival de Cannes, que optou por premiar com a Palma de Ouro o filme Titane (2021), dirigido por Julia Ducournau.

    A dominação feminina não ficou somente por aí. Outras das maiores vitórias da noite também ficaram a cargo delas. Jane Campion venceu o prêmio de direção por The Power of the Dog (2021), novo filme da Netflix estrelado por Benedict Cumberbatch, enquanto a diretora estreante Maggie Gyllenhaal (atriz indicada ao Oscar por Coração Louco) ficou com o prêmio de melhor roteiro pelo seu primeiro longa-metragem, A Filha Perdida (2021). 

    Confira todos os vencedores.

    • Leão de Ouro: L’événement, de Audrey Diwan
    • Leão de Prata - Grande Prêmio do Júri: É Stata la Mano di Dio, de Paolo Sorrentino
    • Leão de Prata - Melhor Direção: Jane Campion (The Power of the Dog)
    • Melhor Ator: John Arcilla (On the Job: Missing 8)
    • Melhor Atriz: Penélope Cruz (Madres Paralelas)
    • Melhor Roteiro: Maggie Gyllenhaal (The Lost Daughter)
    • Melhor Jovem Ator: Filippo Scotti (É Stata la Mano di Dio)
    • Prêmio Especial do Júri: Il Buco (dir. Michelangelo Frammartino)

    O filme L’événement

    Pôster de L’événementDivulgação

    L’événement adapta o romance homônimo da escritora Annie Ernaux que trata sobre questões de aborto na França dos anos 1960, época na qual ele era ilegal. O filme resolve dar foco a uma história chocante e crua sobre a interrupção de uma gravidez na época feita de forma clandestina. 

    Uma das cenas que deu o que falar durante o festival foi o momento do título em que é apresentada uma longa sequência na qual a protagonista realiza o aborto. 

    Com uma pegada extremamente realista, o filme quer passar para o espectador o peso da decisão nos ombros de uma mulher, e aproveita a oportunidade para misturar o sofrimento em questão com imagens muito cruas que remetem ao desespero. De acordo com Xan Brooks, crítico do respaldado veículo The Guardian, a produção se trata de um filme sério, emocionante e merecidamente honrado.

    L'Evénement é protagonizado pela atriz franco-romena Anamaria Vartolomei, a quem Diwan agradeceu durante o discurso por aceitar um papel em um filme tão forte. Antes de premiar o filme, o presidente do júri deste ano, o cineasta sul-coreano Bong Joon Ho, declarou que foi uma "decisão unânime"

    Leia também