cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Filmes para adolescentes estão mais violentos, diz estudo

    O assunto voltou a ganhar força em 2012, depois de um massacre a tiros dentro de um cinema do Colorado
    Por Daniel Reininger
    12/11/2013

    Sucessos como 007 - Operação Skyfall e Homem De Ferro 3 são filmes classificados como PG-13 nos EUA, ou seja, podem ser vistos por adolescentes a partir de 13 anos e o Brasil segue a mesma lógica. Só que de acordo com pesquisadores da Annenberg Public Policy Center e da Universidade Estadual de Ohio, eles contém tanta violência quanto as produções para adultos.

    As cenas consideradas violentas em longas para jovens mais do que triplicou desde 1985, segundo o estudo. Em 2009, a quantidade de situações com armas de fogo em produções PG-13 foi equivalente às de classificação R nos Estados Unidos, ou seja, para adultos.

    "É perturbador que longas PG-13 estejam tão cheios de violência com armas", disse Dan Romer, co-autor do estudo. "Nós sabemos que o cinema ensina às crianças como os adultos se comportam, e nele o uso de armas parece emocionante e atraente."

    Os sete filmes de maior bilheteria em 2012 tinham como alvo o público adolescente e quatro deles possuíam cenas consideradas violentas: Skyfall, Os Vingadores, Batman: O Cavaleiro Das Trevas Ressurge e O Espetacular Homem-aranha. Por aqui, três desses longas são classificados como para maiores de 12 anos, enquanto o do Aranha é liberado para crianças a partir de 10 anos.

    O assunto voltou a ganhar força em 2012, depois de um massacre a tiros dentro de um cinema do Colorado durante exibição de O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Curiosamente, nos EUA e no Brasil qualquer conteúdo sexual possui controle mais rígido do que a violência.