cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Flops: os 6 maiores fracassos da história do cinema

    Filmes que provam que nem todo investimento do mundo é o suficiente para garantir sucesso
    Por Da Redação
    01/04/2021 - Atualizado há 9 dias

    Se você tem paixão pelo universo audiovisual e costuma acompanhar notícias sobre este meio, deve saber que o que está por trás da tal “magia do cinema” são os orçamentos milionários que os estúdios investem. Os valores são gastos com a produção, com campanhas para divulgar os títulos, além dos custos de distribuição, entre muitas outras despesas somadas ao valor final do projeto.

    Investimentos tão significativos almejam lucros à altura, não é verdade? Mas nem sempre é o que acontece. Às vezes, mesmo com tanto dinheiro gasto, o filme não agrada ao público e acaba flopando. E é exatamente isso que você verá no post de hoje. Conheça os 6 maiores fracassos de bilheteria da história do cinema!

    Mars Needs MomsReprodução

    1.Mars Needs Moms (2011)

    Todos os anos a revista The Hollywood Reporter faz uma lista com os 15 maiores fracassos de bilheteria do cinema norte americano e a animação Mars Need Moms, da Disney, foi a grande vencedora em 2011. A produção, que foi o último lançamento do estúdio ImageMovers Digital — a antiga empresa de efeitos especiais de Robert Zemeckis —, teve uma perda financeira de aproximadamente US$ 140 milhões, o que fez com que ela também ganhasse o título de maior prejuízo da história do cinema.

    Mesmo com as vozes de nomes Joan Cusack (Toy Story 2 e Escola do Rock) e Seth Green (idealizador da animação Frango Robô, do Adult Swim), a comédia animada com ambientação sci-fi, de Simon Wells, não foi capaz de convencer o espectador a pagar para assistir ao filme nas telonas.

    Você pode assistir a animação no Disney+.

    Continua após o anúncio
    Town & CountryReprodução

    2.Town & Country (2001)

    Se você é da época das locadoras de VHS e DVD, é muito provável que tenha passado pelo filme Town & Country, que no Brasil teve o título adaptado para Ricos, Bonitos e Infiéis. Mas não há problema se você não se lembrar disso, afinal, ninguém o assistiu mesmo, pelo menos não nos cinemas.

    Embora tenha acertado na escolha do elenco, que conta com artistas de peso como Goldie Hawn, Diane Keaton e Josh Harnett no auge de sua carreira, Town & Country apostou em mais do mesmo. Na época, Hollywood já estava saturado de comédias românticas e a resposta do público ficou bem clara. A produção, que teve um orçamento de US$ 90 milhões e uma arrecadação de pouco mais de US$ 10 milhões, entrou com tudo para a lista de piores fracassos de bilheteria da história.

    Pluto Nash | Trailer oficial

    3. Pluto Nash (2002)

    Nos anos 80 e 90, bastava colocar Eddie Murphy na capa de qualquer filme que seria certeza de sucesso. Mas, à medida que o público foi amadurecendo e o humor se transformando, as coisas começaram a mudar e, em Pluto Nash, isso ficou mais do que claro.

    Nem mesmo o astro de títulos que entraram para a história, como Um Príncipe em Nova York e Dr. Dolittle, foi capaz de salvar Pluto Nash de se tornou um dos grandes fracassos de bilheteria do cinema norte americano. Ao que parece, os US$ 100 milhões de orçamento foram destinados apenas ao elenco, que foi integrado por estrelas como o renomado John Cleese, do grupo britânico Monty Python, Rosario Dawson e Pam Grier, pois nenhum outro elemento do longa foi capaz de convencer o público. Para que você tenha uma ideia, o filme arrecadou pouco mais de US$ 4,4 milhões e, no Brasil, sequer chegou às telonas, sendo lançado diretamente nas locadoras.

    Pluto Nash está disponível para alugar na AppleTV.

    Continua após o anúncio
    A promessaDivulgação

    4. A Promessa (2016)

    Em 2016, Christian Bale já era considerado um dos maiores artistas de sua geração, tanto pelas suas atuações quanto pela sua dedicação aos papéis dos projetos que aceita trabalhar. Porém, nem ele foi capaz de salvar A Promessa de entrar na lista dos maiores fracassos de bilheteria da história do cinema.

    Talvez um dos grandes erros do longa, que custou US$ 90 milhões e arrecadou apenas US$ 10,5 milhões, tenha sido a mistura dos temas. A decisão de abordar um triângulo amoroso ambientado em um dos maiores genocídios da história, o holocausto dos cristão armênios na Turquia, pode ser uma das razões que tenha levado a produção a flopar.

    Você pode alugar A Promessa no Youtube ou no Google Play Filmes.

    A ilha da garganta cortadaReprodução

    5. A Ilha da Garganta Cortada (1996)

    Filmes de aventura com grandes artistas e investimentos exorbitantes era praticamente uma receita infalível na década de 90 — Jumanji e Jurassic Park que o digam — mas algo deu muito errado em A Ilha da Garganta Cortada e o longa acabou tendo um dos piores prejuízos já registrado.

    Chega a até ser irônico que Geena Davis, a famosa Thelma de Thelma & Louise, tenha interpretado o papel de uma pirata aventureira em busca de um tesouro perdido, se levarmos em consideração que o longa tenha gerado um prejuízo de nada menos do que US$ 100 milhões.

    Continua após o anúncio

    Como você sabe | Trailer oficial

    6. Como Você Sabe (2010)

    Se Hollywood não aguentava mais as enjoativas e previsíveis comédias românticas no começo dos anos 2000, não seria no final da década que as coisas seriam diferentes. Ao assistir o longa, é muito difícil não se perguntar onde foram gastos os US$ 120 milhões do orçamento.

    Como Você Sabe foi dirigido por James L. Brooks, um dos produtores dos Simpsons, teve a trilha sonora composta por ninguém menos do Hans Zimmer e o elenco integrado por Reese Witherspoon Jack Nicholson, Kathryn Hahn e Paul Rudd, mas, como você sabe (perdão pelo trocadilho), nem mesmo grandes nomes podem salvar uma produção com um roteiro que não consegue cativar o público. O fracasso custou caro para o estúdio, já que a bilheteria arrecadou apenas US$ 48,7 milhões.

    Alugue o filme para assistir no Youtube ou no Google Play.

    Você já assistiu algum dos filmes que foram citados no post? Acredita que houve alguma injustiça ou que a lista deveria ter mais produções que não foram citadas? Compartilhe com a gente a sua opinião deixando um comentário em nossas redes sociais!