cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Gramado 2001: Reichenbach recebe homenagem

    Por Da Redação
    09/08/2001

    Além do já tradicional Troféu Oscarito, a organização do Festival de Gramado resolveu conceder mais uma homenagem, a partir deste ano. Trata-se do Troféu Eduardo Abelim, que tem como finalidade premiar os grandes profissionais que, de alguma maneira, tenham contribuído durante a sua carreira para o desenvolvimento do cinema brasileiro. O escolhido para "inaugurar" mais esta premiação foi o roteirista, diretor, ator, professsor e colunista do Cineclick, Carlos Reichenbach.

    Reichenbach dispensa apresentações. Principalmente para o leitor que acompanha todas as suas polêmicas colunas aqui no Cineclick. O público de Gramado o aplaudiu demoradamente. O cineasta subiu ao palco e foi logo avisando: "É muita emoção! Eu sou um recém infartado. Coloquei três safenas e uma mamária há pouco tempo, e não tenho liberação médica para estar aqui hoje". Chamou para junto dele, no palco da homenagem, a atriz Betty Faria (os dois na foto), e as duas mulheres que o inspiraram a escrever e dirigir o filme Anjos do Arrabalde, sua esposa e sua cunhada.

    Visivelmente emocionado, sem a menor cerimônia, e com a maior simpatia, Carlão agradeceu a homenagem com a sinceridade que sempre o caracterizou: "Eu mereço este prêmio!" declarou com sua voz forte, alta e marcante. Foi delirantemente aplaudido. Merece mesmo, Carlão! O cinema brasileiro como um todo e o Cineclick em
    particular estão muito honrados com mais esta merecida homenagem prestada pelo Festival de Gramado.

    Em tempo: o nome do troféu, Eduardo Abelim, refere-se a um dos pioneiros do cinema gaúcho que teve sua história contada no ótimo filme Sonho Sem Fim, com Carlos Alberto Ricelli no papel principal. Procure na sua locadora.