cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    A história real do crime sombrio que virou filme da Netflix

    'Yara' chegou na última sexta-feira (05) no catálogo da plataforma
    Por Thamires Viana
    07/11/2021 - Atualizado há 24 dias

    Na última sexta-feira (05) chegou ao catálogo da Netflix o filme Yara, drama italiano que traz às telas uma trama comovente. 

    Com direção assinada por Marco Tullio Giordana, o longa baseado em um crime real acompanha a história de uma promotora de justiça que tenta desvendar os mistérios por trás do desaparecimento de uma jovem de 13 anos. Como já mostrado no trailer oficial, Yara promete não só emocionar o público, mas também revelar os detalhes da história que chocou a Itália em 2010.

    Conheça mais sobre a produção e o caso real que inspirou o filme: 

    Trama

    Na trama de Yara conhecemos o drama de Letizia Ruggeri, um determinada promotora de justiça que fica responsável por resolver o caso do desaparecimento misterioso de Yara Gambirasio, uma jovem de 13 anos. Buscando pistas pela pequena cidade de Brembate di Sopra, ela faz de tudo para ajudar a família da adolescente e encontrar o quanto antes o culpado pelo sumiço.

    Cena do filme 'Yara'Reprodução

    O caso real

    A jovem Yara GambirasioReprodução

    Em novembro de 2010 um caso de desaparecimento chocou a Itália. Foi no dia 26 que a jovem Yara Gambirasio, de 13 anos, saiu de sua casa localizada na comunidade de Brembate di Sopra, província de Bérgamo, para ir à academia. Ela sonhava em se tornar uma ginasta de sucesso e treinava cada vez mais para se destacar no esporte. Porém, com o passar das horas a garota não voltou para casa, o que levou seus pais a acionarem a polícia da região.

    Com o celular caindo na caixa postal e nenhum sinal de Yara, a promotora Letizia Ruggeri foi chamada para comandar as investigações do caso. No entanto, mesmo com a ajuda da polícia e de cães farejadores, ainda não haviam vestígios do paradeiro da adolescente.

    Foi só em fevereiro, três meses após o desaparecimento, que o corpo de Yara Gambirasio foi encontrado por um homem que pilotava um avião de pequeno porte pela cidade de Chignolo d'Isola, localizada a 10 quilômetros ao sul de Brembate di Sopra. O corpo estava em estado de decomposição avançado, mas a família reconheceu o casaco usado por Yara, além de uma blusa estampada que era a favorita da garota.

    A autópsia foi realizada por Cristina Cattaneo, renomada médica legista que descobriu vestígios de cal nas vias respiratórias de Yara, além de vestígios de uma fibra que estava ao lado dela. Segundo Cattaneo, a jovem sofreu vários ferimentos por uma arma afiada em vários lugares, levando a crer que a ginasta foi atacada e abandonada ainda viva no local. 

    Após quatro anos de investigação, Ruggeri conseguiu encontrar o assassino identificado como Massimo Bossetti através de exames de DNA encontrados no corpo de Yara e em objetos deixados ao lado da vítima. Até hoje o homem nega as acusações e afirma não saber como seu DNA foi parar na cena do crime. 

    Produção

    Com direção de Marco Tullio Giordana e roteiro assinado por Graziano Diana, o elenco de Yara traz nomes como Isabella Ragonese, Alessio Boni, Roberto Zibetti, Sandra Toffolatti e Mario Pirrello.

    O longa tem 1h36 de duração e já está disponível no catálogo da Netflix. 

    Veja também: