Houston, temos um problema: Curiosidades de Apollo 13, que faz 25 anos

Filme icônico com Tom Hanks sobre o acidente completa 25 anos

14/09/2020 10h57

Por Daniel Reininger

Em abril de 2020 aconteceu o aniversário de 50 anos da missão Apollo 13, uma das tentativas frustradas do homem chegar à Lua. Agora em setembro o filme icônico com Tom Hanks sobre o acidente completa 25 anos, ainda como uma das maiores obras do cinema.

Na trama baseada em fatos, a NASA envia à Lua em 1970 um novo grupo de astronautas na missão Apollo 13. Porém, já no espaço, um tanque de oxigênio explode. Com o acidente, os astronautas Jim Lovell (Tom Hanks), Jack Swigert (Kevin Bacon) e Fred Haise (Bill Paxton) não conseguem seguir para Lua. Pior que isso: eles correm o risco de ficar sem oxigênio e energia suficientes para voltar à Terra. Agora, a equipe a bordo e a equipe em Terra correm contra o tempo para consertar a nave.

Confira algumas curiosidades sobre Apollo 13 - Do Desastre Ao Triunfo:

Realismo - Marilyn Lovell, a esposa do astronauta Jim Lovell, comentou que Tom Hanks retrata com precisão os maneirismos e estilos de movimentos de seu marido.

Emotivo - De acordo com Ed Harris, sua reação emotiva do líder da missão Gene Kranz à sobrevivência dos astronautas foi inspirada por uma entrevista feita com o próprio Gene. Ao descrever seus sentimentos com a volta dos astronautas, chegou a quase desmaiar de emoção. Daí, o ator decidiu fazer uma representação que capturasse esse sentimento.

Terra redonda - Algumas cenas em que a Terra pode ser vista pela janela da Apollo 13 eram, na verdade, fotos tiradas pelos astronautas Jim Lovell e Bill Anders durante a missão Apollo 8.

Imagens secretas? - Quando o verdadeiro Jim Lovell viu o filme, achou o CGI tão convincente que achou que o cineasta tinha usado imagens da própria NASA.

"Houston, temos um problema" –Essa frase célebre foi dita pelo astronauta Jack Swigert durante a viagem da Apollo 13 à Lua e usada no filme, mas, na verdade, ela foi dita por dois astronautas. Jack Swigert disse: "OK Houston, tivemos um problema aqui". O Controle da Missão responde: "Aqui é Houston. Diga novamente, por favor." Então Jim Lovell diz: "Ahh, Houston, tivemos um problema." Na gravação, Swigert não é tão claro enquanto Lovell é, então a gravação de Lovell é frequentemente reproduzida, embora Swigert tenha dito primeiro. Aliás, a frase é citada incorretamente como "Houston, temos um problema", porque o "tivemos" indica que o problema já passou, o que não era o caso.

Cena de Apollo 13

História real - Ron Howard afirmou que, após o primeiro teste do filme com espectadores, a maioria dos comentários afirmavam que que era um final "típico de Hollywood" porque a equipe nunca teria sobrevivido.

Gravidade zero - Para simular o espaço, elenco e equipe voaram em um avião KC-135 da NASA (apelidado de "Cometa Vômito"), que voa em arcos parabólicos e simula a falta de gravidade. Cada arco permitia 20 segundos de ausência de peso. Todos esses voos foram concluídos em 13 dias. O KC135 usado no longa foi desativado no ano de lançamento do filme, 1995, após 22 anos de serviço.

Fortes - Bill Paxton, Tom Hanks e Kevin Bacon ficaram muito orgulhosos por não terem passado mal no avião usado para simular a gravidade zero. Os cinegrafistas não tiveram tanta sorte.

Resiliência - O filme foi eleito o 12º mais inspirador pelo American Film Institute, em 2006.

Bem recebido - Quando Tom Hanks se juntou ao elenco, Jim Lovell enviou a ele um telegrama que dizia: "Bem-vindo a bordo da Apollo 13".

Veja o trailer do longa:

Veja também: As melhores imagens do espaço e outros planetas


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus