Jojo Rabbit traz equilíbrio entre comédia, tragédia e drama

Longa concorre ao Oscar de Melhor Filme

31/01/2020 19h29 (Atualizado em 10/02/2020 16h34)

Por Daniel Reininger

Um dos destaques do Oscar 2020, Jojo Rabbit estreia no dia 06 e traz uma história marcante. Já assistimos, então confira a nossa opinião:

"O diretor de Thor: Ragnarok, Taika Waititi, apresenta a história de um menino quer entrar para a juventude nazista e servir no exército de Hitler, seu amigo imaginário. É uma abordagem inquietante, mas Waititi e seu talentoso elenco conseguem entregar uma narrativa cheia de ternura, capaz de parecer atual, engraçado e ainda ser reflexivo.

Para quem não sabe, essa é uma adaptação do romance Caging Skies, de Christine Leunens, lançado em 2008. Com sua mistura de humor irreverente e temas sérios, JoJo Rabbit não vai agradar a todos, mas é uma sátira anti-ódio audaciosa e muito bem escrita, com momentos de ternura e tensão.

O novato Roman Griffin Davis interpreta Jojo Betzler, um garoto de 10 anos que acredita firmemente em tudo o que lhe é dito pelo Partido Nazista. De fato, Jojo é tão doutrinado que leva três semanas para superar o fato de que seu avô não era loiro."

CONFIRA A CRÍTICA COMPLETA


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus