Lançar o Snyder cut é uma boa ideia?

Entenda o que é e veja o que achamos sobre essa versão de Liga da Justiça

26/05/2020 18h55 (Atualizado em 17/11/2020 12h55)

Por Daniel Reininger

O serviço de streaming HBO Max e a Warner Bros. Pictures anunciaram a versão de Liga Da Justiça de Zack Snyder (300) para lançamento na plataforma online em 2021, o famoso Snyder Cut. A novidade é o resultado final de mais de dois anos de campanha de fãs e alguns profissionais envolvidos no longa original concebido pelo cineasta e lançado em 2017, mas finalizado por Joss Whedon, diretor de Vingadores. Entretanto, será que esse lançamento é uma boa ideia?

Entenda

Liga Da Justiça recebeu críticas negativas e fracassou nas bilheterias ao arrecadar US$ 657 milhões, pouco mais do que o dobro do seu orçamento, um retorno baixo. Os fãs argumentam que os defeitos do longa são explicados pelo filme não ser a versão do diretor Zack Snyder, que seria mais sombrio e teria muitos elementos descartadas pela Warner.

Mesmo após problemas com O Homem De Aço e Batman Vs Superman: A Origem Da Justiça, Snyder foi escolhido para dirigir uma versão cinematográfica de Liga da Justiça, que reunia Superman (Henry Cavill), Batman (Ben Affleck), Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Flash (Ezra Miller), Aquaman (Jason Momoa), Ciborgue (Ray Fisher). 

Só que a versão inicial de Snyder exibida aos executivos da Warner Bros. e não agradou e os problemas só aumentaram. Quando a filha do diretor, Autumn, de 20 anos, morreu por suicídio, o cineasta se afastou de Liga da Justiça, o que deu espaço para o diretor de Vingadores da Marvel, Joss Whedon, completar o filme.

A partir daí, o longa passou por refilmagens e se tornou outra coisa. Um filme redondo, que lembra um capítulo do desenho animado clássico do grupo, sem a mesma pegada do que vimos até então do Universo cinematográfico da DC Comics. Na verdade, o maior problema é que sua trama e narrativa é um pouco sem graça. O que gerou a fúria dos fãs mais fervorosos.

Snyder Cut

Além de Snyder, vários membros da equipe de filmagem aderiram à campanha para a liberação do seu corte. Dentre eles, integrantes do elenco, como Jason Momoa, o Aquaman, e Gal Gadot, a Mulher-Maravilha. Henry Cavill, o Superman, por exemplo, até estava com o diretor na hora do anúncio do lançamento de sua versão na HBO, tamanho o apoio.

Após muita pressão, a Warner cedeu e deve pagar mais US$ 20 milhões para que Zack Snyder finalize a produção do seu filme, que pode ter até quatro horas de duração e, até mesmo, ser dividido em seis episódios.

O vilão Darskseid - dublado pelo ator Ray Porter, que comemorou o anúncio do Snyder Cut - deve ser parte importante da trama. Esse é um dos mais famosos vilões do universo DC e foi cortado da versão que foi aos cinemas em 2017.

Além disso, é certeza que veremos mais interações entre os personagens e provavelmente novos personagens, como o Caçador de Marte. Certamente teremos mais ação, mais referências ao universo DC e algo muito esperado: Superman volta muito antes na trama e veste seu uniforme preto, algo icônico nos quadrinhos após sua morte.

Pressão

Mas o que essa mudança de planos da Warner representa de verdade? Será que a pressão dos fãs está se tornando algo impensável para os estúdios lidarem? Foram dois anos de pedidos e, de fato, vamos ver a versão de Snyder se tornar realidade, algo impensável anos atrás. E não sei dizer nem se o próprio diretor queria realmente que isso acontecesse.

Sim, essa é uma forma da Warner reconhecer seu próprio erro pela interferência de executivos no DCEU, mas será que essa é a melhor forma de corrigir essa falha? Não seria melhor dar mais liberdade para os diretores e roteiristas no futuro ao invés de remexer no passado? Ainda mais em um filme que, por mais sem sal que seja, funciona e não tem grandes problemas? Acredito que é sempre melhor seguir em frente.

A saída de Snyder foi algo benéfico para os filmes da DC, que sofriam de um tom sério demais, um peso desnecessário, que no fim mascaravam tramas simples e reviravoltas tolas. Quando a DC parece que vai se reestruturar no cinema, vem essa notícia. Fica a torcida para não ser uma recaída da Warner para o Snyderverse.

Não me entenda mal, estou tão curioso quanto qualquer pessoa com essa versão, assistirei feliz, afinal são dois anos ouvindo falar do tal Snyder Cut, só duvido que seja essa maravilha toda que os fãs acreditam ser.

Não acho esse lançamento algo necessário porque, diferente das habituais versões estendidas ou edições "do diretor", essa é uma mudança drástica de um longa finalizado por outro cineasta, com mudança de tom, roteiro, narrativa e caracterização.

Dito isso, sou a favor de todo e qualquer tipo de arte e expressão. Se Zack Snyder sente que precisa se expressar por meio desse filme, sua versão será muito bem-vinda. E sorte dos fãs que poderão ver mais essa versão da Liga da Justiça das telinhas.

E você, o que acha sobre essa novidade?

 

Nesse artigo você leu sobre: Liga Da Justiça, Batman Vs Superman: A Origem Da Justiça, O Homem De Aço, Aquaman, Mulher-MaravilhaOs Vingadores - The Avengers.


Veja também: Ranking DC Comics: Todos os filmes da editora do pior para o melhor



Deixe seu comentário
comments powered by Disqus