cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Lucas acha que Ataque dos Clones vai agradar mais

    Por Da Redação
    11/05/2002

    Os fãs que se decepcionaram com Guerra Nas Estrelas: Episódio I - Ameaça Fantasma poderão se sentir recompensados com Guerra Nas Estrelas: Episódio 2 - O Ataque Dos Clones. Pelo menos é o que espera George Lucas, diretor da saga.

    Ao que tudo indica, o próximo filme dos Cavaleiros Jedi será um espetáculo visual: totalmente digitalizado, com cerca de 66 espécies de alienígenas e mais naves espaciais que qualquer pessoa, até mesmo Lucas, poderia ter imaginado em 1977, quando o primeiro filme foi lançado. Neste episódio, por exemplo, o personagem Yoda, até então um boneco manipulado, foi totalmente digitalizado. O mestre chegará até a participar de uma batalha de sabres de luz contra Dooku.

    O cineasta credita a decepção de alguns fãs ao fato de que o herói do Episódio 1, Anakin Skywalker, ser jovem demais (Jake Lloyd, com nove anos na época) e o filme perder muito tempo contextualizando e preparando eventos futuros. Além disso, ele acredita que tenha faltado exatamente aquilo que os fãs mais queriam ver: cenas mostrando o início da guerra que divide a República e dá origem aos heróis Luke Skywalker e princesa Leia.

    Para Lucas, essa carência deverá ser suprida no próximo filme pois a Guerra dos Clones é "mais espetacular" do que o episódio anterior e já indica os motivos pelos quais Anakin (agora vivido por Hayden Christensen) se tornou o vilão Darth Vader. "Os fãs queriam que eu começasse com este filme, mas ele não faria sentindo sem o antecessor", diz o diretor, que já emenda dizendo que "todos os fatos se amarram no Episódio 3".