Matrix: Relembre tudo o que já foi feito com a franquia

A saga já foi para os games e até quadrinhos!

15/09/2020 17h40

Por Alexandre Dias

O filme Matrix por si só marcou toda uma geração, além da própria história do cinema. Contudo, as influências que o longa exerceu sobre a cultura pop foram tamanhas, que a franquia também não podia parar, ocasionando assim sequências e derivados para outras mídias. 

Para aumentar a empolgação com a volta do clássico às telonas no Festival De Volta Para o Cinema, vamos relembrar tudo o que já foi feito com a saga: 

Filmes

Matrix foi uma revolução técnica e temática na Sétima Arte. A trama mostra uma realidade paralela criada pelas máquinas em um mundo pós-apocalíptico. Tudo isso é apresentado por meio da visão de Neo (Keanu Reeves), um ser humano que está preso a essa realidade - a Matrix -, mas quer sair. Quem introduz o caminho a ele é Morpheus (Laurence Fishburne), porém cercado de um coletivo rebelde. 

O objetivo do primeiro longa é trabalhar essa metáfora do que é real ou não; até mesmo nas cenas de ação insanas, que envolvem desvio de balas e artes marciais. Ainda assim, a mitologia daquele universo também é bem explicada, como os "poderes" da tecnologia, a exemplo das incubadoras produzidas pelas máquinas. 

As duas sequências do filme, Matrix Reloaded Matrix Revolutions, também abordaram a filosofia daquele universo, mas com a velha tática de inflação das continuações. Ou seja, mais ação, mais efeitos especiais e mais "discussões"; nesse último caso, a prova é o segundo longa, com as teorias do Arquiteto (Helmut Bakaitis), que seria a representação do líder da Matrix

Resumidamente, as continuações mostram a invasão das máquinas ao ambiente dos humanos revolucionários e a batalha propriamente dita. Aliás, Revolutions "ganhou" muito com a propaganda da luta final entre Neo e o Agente Smith (Hugo Weaving); os fãs tratavam aquele momento como se fosse uma briga épica de Dragon Ball

Batalha final de Matrix Revolutions

Animatrix

Assim como O Senhor dos Anéis, o escopo de Matrix se tornou grande demais para o arco principal. E assim como os livros derivados de Tolkien, a saga pós-apocalíptica ganhou uma série de curtas animados que abordavam o universo por outros prismas. 

Com participação das criadoras da franquia, as irmãs Lilly Wachowski e Lana Wachowski, os nove filmes menores ampliaram o mundo devastado pelas máquinas para diferentes setores. Em A Detective Story, por exemplo, a trama é conduzida por, como o título diz, um detetive. 

Há também outros curtas mais "próximos" da trilogia principal, como Final Flight of the Osiris, que mostra a nave Osiris em escapada das máquinas assassinas. 

Cena de Final Flight of the Osiris, de Animatrix

Quadrinhos e games

As outras duas mídias foram por caminhos diferentes. Os gibis, Matrix Comics, são uma coletânea de histórias do universo pós-apocalíptico. Vários autores participaram do projeto, inclusive os gigantes Neil Gaiman (Deuses Americanos) e Dave Gibbons (Watchmen). 

O game, Enter The Matrix, é focado em um núcleo específico. Os personagens jogáveis são Ghost e Niobe, que estão nos cinemas, encarnados nos filmes por, respectivamente, Anthony Wong (O Vôo Da Fênix) e Jada Pinkett Smith (Invasão Ao Serviço Secreto).

Cena do jogo Enter The Matrix

Futuro

Matrix 4 era planejado para chegar aos cinemas em maio de 2021, contudo, o surto de coronavírus fez com que a Warner paralisasse as filmagens. As gravações já foram retomadas e no momento o longa está programado para estrear em abril de 2022. 

O filme conta com o retorno de Keanu Reeves e Carrie-anne Moss (Trinity), além de ter no elenco adições como Yahya Abdul-Mateen II (Aquaman), Jonathan Groff (Mindhunter), Priyanka Chopra (Baywatch) e Neil Patrick Harris (How I Met Your Mother). 

Lana Wachowski voltará para dirigir o filme. 

 

Nesta matéria você leu sobre: Matrix, Matrix Revolutions, Keanu Reeves, Invasão Ao Serviço Secreto, Matrix 4, Carrie-anne Moss, Aquaman, Baywatch, Neil Patrick Harris.

Veja também:

Saiba tudo sobre o Festival De Volta Para o Cinema

Matrix 4: As teorias que justificam a ausência de Morpheus


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus