cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Michael Keaton é processado por arruinar filme

    O filme arrecadou pouco mais de US$ 350 mil e agora a empresa coloca a culpa em Keaton.
    Por Daniel Reininger
    12/04/2013

    A produtora do filme Má Companhia, a Merry Gentleman LLC, abriu um processo contra Michael Keaton acusando o ator de ter arruinado o longa, segundo o The Hollywood Reporter.

    O ator teria assumido a direção após o roteirista e diretor titular ficar doente e teria se tornado uma pessoa difícil de lidar, segundo o processo.

    O filme arrecadou pouco mais de US$ 350 mil e agora a empresa coloca a culpa em Keaton, que não teria agido à altura de suas obrigações contratuais.

    Os problemas teriam começado no processo de edição, quando Keaton teria anunciado que iria pescar em Montana ao invés de editar.

    Quando Keaton voltou, a primeira versão do filme foi entregue em agosto de 2007 e o resultado não agradou. Ele ganhou uma nova chance de editar, mas o produtor pediu ao roteirista para preparar sua própria versão. Keaton ficou sabendo e cortou a comunicação com o grupo.

    O produtor submeteu a versão do roteirista ao Festival de Sundance e o filme foi aceito e exibido. Keaton então disse que só compareceria ao evento se a sua versão fosse exibida e o produtor foi obrigado a entrar em acordo com Keaton para participar do evento.

    Outro problema é que a trama se passa no Natal, mas o longa só foi lançada em maio, devido à recusa de Keaton de cumprir suas obrigações, segundo o processo.