cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Morre Aída Bortnik, roteirista do primeiro filme argentino a ganhar um Oscar

    Dirigido por Luis Puenzo, A História Oficial levou fama ao diretor e à roteirista em Hollywood e Cannes
    Por Cristina Tavelin
    29/04/2013

    Morreu no último final de semana a roteirista Aída Bortnik, de A História Oficial, primeiro longa argentino a ganhar o prêmio máximo da indústria americana, o Oscar. Aída faleceu aos 75 anos, em Buenos Aires, de acordo com informações da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas da Argentina.

    Dirigido por Luis Puenzo, A História Oficial levou fama ao diretor e à roteirista em Hollywood e Cannes ao faturar o Oscar de melhor filme estrangeiro e o Prêmio de Melhor Atriz para Norma Aleandro no Festival de Cannes em 1985. Aída também foi a primeira escritora latino-americana a integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

    Outros longas marcantes em sua carreira foram La tregua (de 1974, indicado ao Oscar), Crescer de Golpe, Cinzas do Paraíso, Cavallos Salvages e Gringo Viejo, filme americano baseado em romance homônimo de Carlos Fuentes dirigido por Puenzo.