cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Morre o cineasta sueco Ingmar Bergman

    Por Da Redação
    30/07/2007

    Morreu nesta segunda-feira, aos 89 anos, o diretor e roteirista sueco Ingmar Bergman. O lendário cineasta morreu em casa, na Ilha de Faro, no Mar Báltico.

    O diretor tornou-se famoso por filmes como Morangos Silvestres, Cenas de um Casamento, O Sétimo Selo e Sonata de Outono. O maior destaque é para o longa-metragem Fanny e Alexandre (1982) que elevou Bergman ao status de um dos mestres do cinema contemporâneo.

    Bergman, que influenciou diversas gerações com seus temas sombrios sobre morte e tormentos sexuais, foi indicado a nove vezes ao Oscar de Melhor Diretor. Seu último longa-metragem chamado Saraband (2003) foi feito exclusivamente para a TV.

    Bergman nasceu em 14 de julho de 1918 e teve o primeiro contato com o cinema ainda criança, como ajudante de projeção em cinemas na Suécia. Ele estudou Teatro e Cinema na Universidade de Estocolmo e estreou como diretor no filme de 1945, A Crise.

    O diretor sueco, considerado um dos realizadores mais influentes da segunda metade do século 20, foi um dos fundadores da Academia Européia de Cinema, em 1988. Em mais de 60 anos de carreira, dirigiu cerca de 40 filmes e mais de cem peças de teatro, além de programas de televisão.

    Bergman foi casado cinco vezes e deixa seis filhos, um deles com a atriz Liv Ullman.