cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Nove mulheres acusam estúdio de Lars Von Trier de assédio

    Ex-CEO do estúdio é acusado de fazer pedidos inapropriados e de cunho sexual a estagiárias e ex-funcionárias
    Por Iara Vasconcelos
    13/11/2017

    Nove mulheres vieram a público para revelar que sofreram "assédio sexual, degradação e bullying" enquanto trabalhavam no Zentropa, estúdio dinamarquês co-fundado pelo diretor Lars Von Trier.

    Segundo o jornal local Politiken, as ex-funcionárias disseram que a empresa tem uma cultura permissiva de abuso e muitas revelaram que, após a péssima experiência no lugar, acabaram por desistir de trabalhar na indústria.

    A maior parte das denúncias recai sobre o antigo CEO do estúdio, Peter Aalbæk Jensen. Em um dos episódios, ele teria apertado os seios das mulheres e pedido para que elas ficassem de joelhos para "serem espancadas". De acordo com a reportagem, Jensen ainda fazia pedidos bizarros para suas estagiárias como ordenar que elas "apertassem seus mamilos" e "vacinassem seus porcos". Durante as festas de Natal, o executivo ainda fazia concursos com temas degradantes como "os maiores pelos pubianos da empresa".

    "Eu acho que todos que trabalharam na Zentropa já foram expostos ou presenciaram certas coisas. Tanto em termos de bullying quanto de assédio sexual. Eu vi mulheres sendo degradadas. A Zentropa sempre se vendeu como uma empresa de 'cultura alternativa', mas lá impera uma estrutura antiga e patriarcal", disse a jornalista e ex-funcionária da empresa Anna Mette Lundtofte.

    Jensen saiu do cargo de CEO da companhia em 2016, mas ainda é dono de 25% das ações ao lado de Von Trier. Em declaração oficial, ele afirmou que não se lembra dos casos, mas que "provavelmente aconteceram". Ainda assim, nega que a organização permita assédio sistemático aos funcionários.

    "Eu não tenho nenhum interesse em submissão e degradação. Estou interessado em testar limites, principalmente onde a linha vermelha está. Admito que muitas vezez eu fui longe de mais. Mas a questão é se você é um líder adorado ou não e eu sou um líder adorado, disse.

    Jensen foi produtor executivo de diversos filmes de Lars Von Trier, incluindo Melancolia, Ninfomaníaca, Ninfomaníaca - Volume Ii, Dançando No Escuro e Dogville.