cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    O Espetacular Homem-Aranha 2: Primeiras impressões

    Lançamento está marcado para 1º de maio de 2014
    Por Daniel Reininger
    15/04/2014

    Depois de termos o gostinho do que viria com os 30 minutos de cenas exibidas pela Sony, finalmente tivemos a chance de assistir ao melhor filme do Homem-Aranha já feito. Pois é, o longa de Marc Webb é divertido, capta bem o espírito do personagem e aprofunda o passado de Peter Parker (Andrew Garfield), ainda assombrado pelo segredo de seus pais.

    Visualmente, O Espetacular Homem-aranha 2: A Ameaça De Electro é muito bem-feito e, acredite, o 3D vale a pena. A trilha sonora de Hans Zimmer é impressionante e a edição de som dá um show, principalmente quando o movimento do combate acompanha acordes musicais da trilha instrumental épica e sombria.

    O roteiro amarra bem os eventos do passado e do presente e abre caminho para o filme do Sexteto Sinistro e para o Espetacular Homem-Aranha 3. Harry Osborn (Dane Dehaan) como Duende Verde funciona, especialmente pela forma como ele se torna o inimigo.

    Electro (Jamie Foxx) é poderoso, mas sua personalidade é um pouco irritante, afinal ele é muito carente e parece ter algum tipo de trauma profundo, mas que não é tratado com seriedade no longa. Mesmo assim, ele garante algumas das melhores cenas de luta e destruição que você já viu. Na verdade, todas as cenas de ação captam bem o clima dos quadrinhos e são espetaculares, seja contra bandidos comuns ou vilões poderosos.

    Cuidado spoilers adiante:

    Rino, por sua vez, mal aparece, fica claro que veremos mais dele nos outros filmes da franquia, mas o que chama a atenção é a atuação fraca de Paul Giamatti, que parece não ter encontrado o tom para o personagem.

    Talvez o melhor momento seja uma cena esperada por muitos. Quem lê quadrinhos, provavelmente sabe que Gwen Stacy morre para dar lugar a Mary Jane, futura esposa de Peter Parker. E quem a mata é o Duende Verde. Por isso mesmo, desde que o vilão foi confirmado no filme, muitos especulavam sobre a morte da garota. E, de fato, isso acontece numa cena ótima e emocionante. Emma Stone vai fazer falta. Além disso, os momentos finais do filme são intensos e capazes de deixar qualquer um com nó na garganta, especialmente a cena com o mini-spider. Por via das dúvidas, leve o lencinho.

    Fim dos spoilers.

    Com um Peter Parker muito mais simpático e próximo da versão dos quadrinhos e com um Homem-Aranha muito mais brincalhão e bem-humorado, Marc Webb mostra que realmente entende o universo do Aracnídeo. Falta o diretor segurar a mão em algumas questões, como o humor fora de hora ou no exagero de alguns traços de personalidade de personagens e vilões, mas em geral o filme agrada.

    Para saber mais detalhes, veja nossa crítica completa, que entra no ar na semana do lançamento, marcado para 1º de maio de 2014.

    Assista ao trailer do longa: