cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    O Leão está à venda?

    Por Da Redação
    16/01/2002

    Ontem, a notícia dada pelo jornal Los Angeles Times e pela agência Associated Press, de que os estúdios da Metro Goldwyn Mayer, a MGM, estariam à venda caiu como bomba em Hollywood. Hoje, porém, os estúdios desmentiram a informação.

    A MGM comunicou que "Como já declaramos inúmeras vezes nos últimos dois anos, estamos sempre avaliando oportunidades de nos unir a outras empresas. Nenhum acordo foi fechado e não há nenhuma promessa de que a empresa fará qualquer tipo de transação nesse sentido. Não temos nenhum comentário a fazer até que chegue o momento apropriado para isso."

    Segundo o jornal, o principal acionista da MGM, Kirk Kerkorian, queria vender os estúdios por US$ 7 bilhões, embora Wall Street teria avaliado os estúdios em US$ 5 bilhões. O negócio seria intermediado pelo banco de investimentos Goldman Sachs.

    Segundo rumores de Hollywood, a briga do bilionário Kirk Kerkorian com sua ex-mulher, que põem sua fortuna em xeque, estaria motivando a venda.

    Fontes do mercado cinematográfico disseram que possíveis compradores, incluindo Viacom, Walt Disney, Vivendi Universal, News Corporation e AOL -TimeWarner, estariam interessados na compra.

    Kerkorian, que comprou a MGM em 1969, já fez inúmeras jogadas financeiras com os estúdios. Em 1986, o empresário vendeu a MGM para o então magnata da mídia nos Estados Unidos, Ted Turner. Turner, mais parte, repassou o controle acionário de volta para Kerkorian.

    Em novembro de 1990, o megainvestidor italiano Giancarlo Parretti comprou a MGM e em apenas um ano quase levou os estúdios à falência. O banco francês Credit Lyonnais assumiu a empresa entre 1992 e 1996, ano em que Kerkorian voltou a comandá-la.