cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    O que você ainda não sabia sobre Parasita, longa que estreia na TV aberta

    Dirigido por Bong Joon Ho, o filme se tornou um dos mais marcantes da história do cinema
    Por Thamires Viana
    09/02/2021 - Atualizado há 3 meses

    Em 2020, Parasita se tornava o grande vencedor do prêmio de Melhor Filme no Oscar. Comandado pelo cineasta Bong Joon Ho, o filme fez história como o primeiro longa sul-coreno a ser indicado e, consequentemente, a sair vencedor da maior premiação do cinema.

    Além de Melhor Filme, o maior prêmio da noite, Parasita ainda levou para casa as estatuetas de Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Filme Internacional, não dando chances para seus concorrentes.

    Para celebrar que o longa estreia hoje (05) na TV aberta, relembre a trama, as curiosidades e a crítica do sucesso.

    Trama

    Parasita (2019)Reprodução

    A trama de Parasita conquistou o público por trazer uma mistura de gêneros, que vai desde uma ácida comédia dramática até um suspense sombrio. Não só isso, o longa ainda acrescenta uma crítica social imponente costurada a um roteiro marcante! Nele, acompanhamos quatro membros de uma família de classe média baixa que estão desempregados. Para mudar a situação, o filho mais novo começa a dar aulas privadas de inglês à primogênita da família Park, uma das mais ricas da região. Fascinado com o estilo de vida luxuoso, o jovem então insere seus pais e sua irmã em um plano para se infiltrar na residência burguesa.

    O que você ainda não sabia sobre Parasita

    Do zero!

    No filme, a casa de Park, a família de classe média alta do longa, foi projetada por um arquiteto fictício chamado Namgoong Hyeonja, citado diversas vezes pelos personagens. No entanto, o lar foi um cenário totalmente construído do zero para a produção do filme. 

    Desigualdade

    O trabalho do personagem Ki-woo, de dar aulas de inglês em casa, foi escolhido porque o diretor Bong Joon Ho percebeu que, infelizmente, o trabalho é a única maneira de famílias pobres e ricas da Coréia do Sul cruzarem seus caminhos de forma convincente na história.

    Homenagem

    O filme traz várias referências ao cineasta Alfred Hitchcock, o mestre do suspense. Assim como o diretor fazia em seus filmes, em Parasita as escadas são muito usadas pelos personagens, a forma de vigiar uns aos outros pelas janelas - o que acontece cerca de 14 vezes - e também é possível ver coleção de filmes de Hitchcock na casa da família Park.

    Deu certo!

    Em uma entrevista no Festival de Cinema de Munique, Bong Joon Ho revelou que não gosta de escrever roteiros pois a função o deixa nervoso e, nas palavras dele "insuportável com sua família". A ideia do Parasita existia desde 2015, mas o roteiro final foi escrito apenas em três meses e meio e o filme gravado em 77 dias. 

    Fortuna

    A lata de lixo vista na casa dos Park custa cerca de US$ 2.300 na vida real. O diretor a escolheu porque não faz barulho e abre muito suavemente, o que facilitaria as gravações no ambiente. Ainda assim, ele ficou perplexo com o custo e disse à produção: "Que porr* é essa? Que tipo de idiota compraria uma lixeira que vai cheirar a lixo mesmo assim?"

    Discurso para ninguém colocar defeito

    Em 09 de fevereiro de 2020, noite em que subiu ao palco para receber um dos prêmios mais importantes da sua vida, Bong Joon Ho fez um discurso ácido que, assim como seu filme vencedor, trazia uma crítica afiada. Nos Estados Unidos, é comum que os americanos deixem de assistir a filmes estrangeiros devido à legenda, o que faz com que muitos títulos não se destaquem tanto no país. 

    Por isso, o cineasta pontuou ao receber a estatueta de Melhor Filme Internacional: "Se vocês superarem a barreira de 2cm que são as legendas, vocês serão apresentados a muitos filmes incríveis. Acho que usamos apenas uma língua: a língua do cinema. Obrigado", disse o sul-coreano.

    Confira o momento:

    Opinião

    Cena de ParasitaReprodução

    "Se no início Parasita se mostra aberto para diferentes interpretações às suas críticas sociais, no decorrer de seus 132 minutos ele vai mudando a forma de expor a desigualdade e conduz seu público para um único caminho: engolir a seco a realidade brutal de viver em uma sociedade dividida. Enquanto as cenas mostram a casa arquitetada e espaçosa da família Park e o cubículo inabitável dos Kim, vemos as semelhanças que Joon Ho quer inserir. Ambas possuem quatro membros: mãe, pai, uma filha mais velha e um filho mais novo. Não tem como saber se sua intenção era trazer uma singela lembrança de Nós, terror de Jordan Peele, e talvez só os mais atentos tenham sacado a semelhança entre as produções que retratam a vida de famílias acima e abaixo do asfalto – figura e literalmente - vivendo em contraditórias situações."

    Confira aqui a crítica completa

    Onde ver

    Para quem quiser matar a saudade desse grande sucesso dos cinemas, Parasita está disponível no catálogo do Telecine Play. Na noite desta segunda-feira (05) ele será exibido pela primeira vez na TV aberta às 22h35 na Tela Quente, da Rede Globo. 

    Trailer oficial

    Veja também: