cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Olhar de Cinema: Festival de Curitiba elege melhores

    Documentário português E Agora? Lembra-me é eleito melhor longa-metragem da competição
    Por Roberto Guerra, de Curitiba (PR)
    06/06/2014
    E Agora? Lembra-me

    A terceira edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba revelou na noite desta quinta-feira (5) os vencedores de sua terceira edição. O documentário português E Agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto, foi eleito o melhor filme da mostra competitiva de longas-metragens. O brasileiro Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queiróz, ficou como o prêmio especial do júri. A Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) elegeu A Vizinha do Tigre como melhor filme.

    O Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba exibiu 95 filme de 17 países entre os dias 28 de maio e 5 de junho. Veja a lista completa de premiados:

    Mostra Competitiva Longa
    Prêmio Olhar de Melhor Filme: E Agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto, PORTUGAL.
    Prêmio Especial do Júri: Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queiróz, BRASIL.
    Prêmio de Contribuição Artística: Sheep, de Marianne Pistone e Gilles Deroo, FRANÇA.

    Mostra Competitiva Curta
    Prêmio Olhar de Melhor Filme: Verona, de Marcelo Caetano, BRASIL.
    Prêmio Especial do Júri: The Incomplete, de Jan Soldat, ALEMANHA.
    Prêmio de Contribuição Artística: That I'm Falling, de Eduardo Williams, FRANÇA.
    Menção Honrosa: A Chamada, de Gustavo Vinagre, BRASIL.

    Mostra Novos Olhares
    Prêmio Novo Olhar: From Gulf to Gulf to Gulf, de Shaina Anand e Ashok Sukumaran, ÍNDIA.
    Menção Honrosa: O Tempo Passa Como um Leão que Ruge, de Philipp Hartmann, ALEMANHA.

    Prêmio Olhares Brasil - para Melhor Curta Metragem Brasileiro da Mostra Competitiva e Outros Olhares: Lição de Esqui, de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro.

    Prêmio Olhares Brasil - para Melhor Longa-Metragem Brasileiro da Mostra Competitiva, Outros Olhares e Novos Olhares: Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queiróz.

    Prêmio da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema): A Vizinhança do Tigre, de Affonso Uchoa, BRASIL.

    Prêmio do Público (longa): Minha Classe, de Daniele Gaglianone, ITÁLIA.
    Prêmio do Público (curta): Coice no Peito, de Renan Rovida, BRASIL.