cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Oliver Stone pede desculpas por ofensa a judeus

    Por Da Redação
    27/07/2010

    Nesta segunda-feira (27/7), a Liga Anti-Difamação, organização que combate o anti-semitismo, acusou o cineasta Oliver Stone (Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme)  de discriminar os judeus.

    Ele provocou polêmica após declarações anti-semitas, como a afirmação de que Hitler era um bode expiatório fácil, durante uma conferência de imprensa no Television Critics Association.

    Os comentários também estiveram presentes em uma entrevista ao jornal britânico Sunday Times, para promover o novo episódio da série The Secret History of America.

    "Por causa do domínio judaico dos meios de comunicação. Eles ficam em cima de cada comentário, constituem o mais poderoso lobby em Washington. Israel tem f ... a política externa dos Estados Unidos durante anos", disse Stone. Na produção The Secret History of America, o cineasta colocará figuras históricas, como Hitler e Stalin em seu devido contexto e visa descobrir fatos ocultos sobre os Estados Unidos.

    Após toda a polêmica, Oliver Stone divulgou um comunicado no qual desculpou-se por sua afirmaçãoes e assumiu que foi mal-interpretado.

    "Na tentativa de fazer um ponto histórico mais amplo sobre a série de atrocidades cometidas pelos alemães contra muitas pessoas, eu fiz uma associação infeliz sobre o Holocausto, pela qual eu lamento muito. Os judeus, obviamente, não controlam a mídia ou qualquer outra indústria. Na verdade, os reponsáveis por manter o tema do Holocausto atual são os grupos de pessoas que trabalharam duro para manter a memória sobre aquelas atrocidades - e que eram realmente atrocidades", disse Oliver Stone.