cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Opinião: Ratched é uma série que tinha tudo para vingar

    A série é baseada em O Estranho no Ninho de 1975
    Por Duda Smilari
    01/03/2021 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Ratched, a série da Netflix, é baseada no livro de Ken Kesey e na adaptação cinematográfica de Milos Forman, Um Estranho no Ninho, de 1975. Um dos destaques do Globo de Ouro, tinha tudo para bombar e consagrar seu criador, porém, falhou.

    A série é contada a partir da perspectiva da enfermeira Mildred Ratched, clássica personagem do filme de Forman, que marcou o público com sua característica rígida e apática em relação aos doentes mentais na clínica psiquiátrica da Califórnia. 

    Como uma fã assídua de Estranho no Ninho, não pude conter a emoção ao saber que uma história com um enredo peculiar sobre a enfermeira mais odiada do cinema voltaria às telas.

    Ratched, uma mulher rígida e nada amável, é adaptada a uma bela produção da Netflix. Além da interpretação sensacional por parte de Sarah Paulson, conhecida por seu papel de Lana Winters na série de horror American Horror Story, a série  foi indicada ao Globo de Ouro como Melhor Série de Drama. Mesmo com algumas críticas vindas da minha parte,  reconheço que foi uma merecida nomeação. 

    Sarah Paulson como Ratched

    Enfermeira RatchedReprodução

    A paleta de cores viva e o clássico figurino dos anos 70, deixa um ambiente mais charmoso e rico em detalhes para a adaptação da clínica psiquiátrica de Estranho no Ninho.

    Mas, ao contrário do esperado, algo não foi assertivo, e coloco uma carga considerável de culpa no roteiro.

    A todo momento na série, somos colocados em situações misteriosas, como o segredo de Ratched e o porquê de sua maldade incontrolável, e logo em seguida, já somos confrontados com a verdade por trás de cada dúvida. Como a aparição de seu irmão adotivo serial killer e sua relação conturbada. 

    Continua após o anúncio

    Ratched e Edmund Tolleson's

    Enfermeira e irmãoReprodução

    Essa agilidade em mostrar cada detalhe da vida de Ratched, deixa o enredo previsível e nada duvidoso, o que torna o espectador indiferente aos acontecimentos durante os episódios. Principalmente ao romance entre Ratched e Gwendolyn, secretária de imprensa e gerente de campanha do governador Willburn, que logo de cara demonstra sentimentos pela enfermeira, nos deixando sem qualquer aspiração em relação a isso. 

    Além disso, na própria sinopse oficial da série, nos deixa claro que algo sombrio crescerá em Ratched, com a seguinte frase “(...) mas por trás de uma aparência impecável, nasce uma alma sombria”.

    A frase impactante, porém, não faz jus ao que a série demonstra ao passar dos episódios. Pelo contrário, somos enfrentados a todo momento com uma Ratched fria e maldosa, sem a presença desse desenvolvimento demoníaco que aos poucos deveria crescer na personagem.

    Realmente a série da Netflix tinha tudo para deixar um grande legado a adaptação do clássico de 75, mas ao contrário disso, peca no enredo óbvio e nada convincente. 

    Trailer Oficial de Ratched