cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Órfão de Dark? Esta é sua próxima série favorita

    Saudades do clima misterioso e dos temas complexos de Dark? Tribes of Europa pode ser o que você precisa!
    Por Da Redação
    18/03/2021 - Atualizado há 7 meses

    Ambientada no ano 2074, a série apresenta um mundo no qual não há mais países como conhecemos hoje, mas inúmeros microestados e tribos espalhadas. 

    O porquê disso é um dos grandes mistérios da história: sabemos que um apagão grandioso ocorreu em dezembro de 2029 - referido como “Dezembro Sombrio” - e, como resultado, o mundo mudou para sempre. O problema se dá quando três irmãos de uma tribo isolada entram em contato com um artefato valiosíssimo e se veem no meio de uma guerra.

    Já é possível identificar que temas que permearam Dark, como família, conflitos e muito mistério, estão bastante presentes. A série, que causou verdadeiro furor e engajou o público em inúmeras teorias, chegou ao fim há quase um ano e deixou muitos órfãos pelo caminho. Se você é um deles e sente saudade das florestas e do clima misterioso de Dark, é provável que você goste de Tribes of Europa, a nova aposta alemã da Netflix que estreou no final de fevereiro.

    Dark, Tribes of Europa e o noir nórdico

    A pegada pós-apocalíptica de Tribes of Europa lembra bastante o futuro retratado em Dark, mas ao invés de um mundo afetado por radiação e viagens no tempo, encontramos uma sociedade fragmentada. Grupos de pessoas com valores, objetivos e organizações diferentes movimentam a narrativa em meio a cidades destruídas e florestas nórdicas que complementam a atmosfera. 

    Por falar em atmosfera, as duas séries compartilham o tom sombrio e dilemas morais complexos. Engana-se quem acredita que há resposta fácil em qualquer uma das obras. Quem assistiu Dark já sabe que nem tudo é o que parece e, enquanto no começo da narrativa a história parece ter lados muito bem definidos, ao longo dela os papéis se mesclam e se invertem diversas vezes. Com Tribes of Europa a proposta não difere tanto: podemos ser apresentados aos irmãos principais e presumir que eles são "os bonzinhos" da história, mas nada é tão simples em uma realidade com pontos de vista tão diversos.

    A complexidade proposta pelas séries é característica típica do gênero noir nórdico, que vem conquistando cada vez mais espaço em grandes produções. A princípio, esse tipo de obra se caracterizava por séries policiais nórdicas como o clássico romance Os Homens que Não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson, que envolve o público em uma história cheia de dilemas e personagens multifacetados. No entanto, aos poucos alguns aspectos do gênero começaram a marcar presença em outras narrativas e a abranger ainda mais seu escopo.

    Hoje, obras como Dark e Tribes of Europa têm o que é preciso para serem consideradas dignas do noir nórdico. Afinal, ambas apostam em uma atmosfera lúgubre e narrativas enigmáticas que já são marcas registradas do gênero.

    Tribes of Europa | Trailer Oficial

    Mesma produção e temas igualmente complexos...

    A produção das duas séries é a mesma, no caso, a empresa Wiedemann & Berg Television, sendo que as duas também foram lançadas pela Netflix. Mas, além disso, tanto Dark como Tribes of Europa tem temas centrais igualmente complexos, apesar de serem diferentes entre si.

    Em Dark, o público é obrigado a quebrar a cabeça entre diversas viagens no tempo e diferentes linhas temporais. Isso faz com que cada personagem tenha sua versão presente, passado e futuro (às vezes até mais do isso) e que elas possam invadir a realidade uma da outra. Pareceu complicado? É porque é mesmo, mas a série não se resume a uma grande confusão. Na verdade, por trás da narrativa há conceitos importantes da ciência, como o Paradoxo de Bootstrap e a Partícula de Deus, mencionados constantemente.

    Tribes of Europa não tem uma abordagem científica: ele apela mais para o lado político da convivência de diversas nações desunidas e foca principalmente nas que se localizam no que antes seria a Europa - o que não é por acaso. É interessante, saber que a inspiração para a história se baseou em fatos reais. Em uma entrevista à Variety, Philip Koch, roteirista da série, afirmou que acontecimentos políticos na Europa, em especial a saída do Reino Unido da União Europeia, ajudaram a desenvolver o que seria o núcleo da série. 

    Outra pequena semelhança que os fãs de Dark não demorarão a descobrir é a presença de um dos seus atores principais. Oliver Masucci, ator que na distopia temporal interpreta Ulrich Nielsen, em Tribes of Europa dá vida a Moses. No entanto, apesar de terem o mesmo físico, a semelhança entre os personagens para por aí. Enquanto Ulrich é um policial com problemas familiares, tendo que encarar o desaparecimento do filho e sua constante infidelidade, Moses é uma espécie de Han Solo, um aventureiro esperto que adora tecnologia - ainda mais se for da época anterior ao fatídico “Dezembro Sombrio”.

    … mas as produções têm suas diferenças

    Apesar de diversas semelhanças, Dark e Tribes of Europa têm diferenças que valem ser abordadas. Talvez a principal delas seja a narração: enquanto a primeira aposta em uma tensão crescente para desenvolver os mistérios, a segunda tem um olhar muito mais frenético e recheado de ação, o que pode causar estranhamento para quem se acostumou ao ritmo de Dark.

    Outro aspecto muito diferente entre as séries é o apelo à violência. Ela existe em Dark, mas não chega nem perto de ganhar muitos holofotes. Em Tribes of Europa, no entanto, a história é outra: cenas de mortes e agressões são constantes, o que conversa com o universo da série. Por isso, se histórias sanguinolentas como Game of Thrones não são do seu gosto, a nova série da Netflix pode deixar a desejar nesse aspecto.

    Mas é exatamente nessas diferenças com Dark que Tribes of Europa se aproxima de outro sucesso: The 100, uma série sobre um futuro em que a humanidade teve que fugir da Terra e, muitos anos depois, tenta voltar enviando um grupo de 100 jovens para descobrir se ela é habitável.

    Quer saber mais sobre as semelhanças entre The 100 e Tribes of Europa? Confira nosso artigo: Saudades de The 100? Assista Tribes of Europa, dos produtores de Dark!