cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Saiba como surgiu o 'medo' em torno da sexta-feira 13

    Teorias religiosas e nórdicas explicam a superstição em torno da data
    Por Thamires Viana
    13/05/2022 - Atualizado há 13 dias

    Olhar para um calendário e dar de cara com uma sexta-feira 13 é, para muitos, a superstição de que esse é um dia de azar. Tem quem não passe embaixo de escadas, não olhe no espelho e bata com três vezes na madeira para afastar a má sorte... 

    O vilão Jason Voorhees na franquia 'Sexta-feira 13'Reprodução

    No cinema, essa popular data inspirou uma das franquias slasher de maior sucesso do cinema: Sexta-Feira 13.

    Com 12 produções, incluindo sequências, remakes e derivados, a série de filmes acompanha o serial killer Jason Voorhees, um dos mais conhecidos do terror. Na premissa, o assassino persegue um grupo de adolescentes e os mata em uma fatídica sexta-feira 13.

    Mas além das superstições e da inspiração para uma franquia do terror, você sabe como surgiu essa data?

    Teorias explicam

    Há algumas teorias que explicam os motivos pelos quais a sexta-feira 13 se tornou uma data popularmente temida pela sociedade. Para te deixar por dentro do assunto, listamos três delas abaixo: 

    Religião

    De acordo com uma superstição bíblica, o número 13 passou a ser temido logo após Judas ter traído Jesus. Na Santa Ceia, última refeição de Cristo, haviam 13 convidados reunidos na quinta-feira santa, incluindo Jesus e os 12 apóstolos. 

    No dia seguinte, a sexta-feira santa, foi o dia da crucificação de Jesus. Portanto, o fato de ter 13 pessoas reunidas à mesa - e uma delas ser traíra - deu origem a essa superstição de que ter 13 convidados em uma mesa era sinal de um mau presságio. 

    Acredita-se ainda que outros eventos bíblicos possam ter impulsionado ainda mais essa teoria: Eva teria comido o fruto proibido em uma sexta-feira, assim como o dia também foi marcado pelo assassinato de Abel pelas mãos de Caim, seu irmão. 

    (via: History.com)

    Imagem que retrata a Santa CeiaReprodução

    Mitologia

    Já na mitologia, explica-se que essas superstições em torno da sexta-feira 13 foram iniciadas após um banquete oferecido pelo deus Odin em Valhalla. Segundo o mito nórdico, 12 deuses estavam reunidos até que a chegada de Loki, o deus da trapaça, gerou uma imensa confusão e resultou na morte de Baldur, o deus da alegria. Dessa forma, a Terra se tornou um lugar de escuridão e tristeza.

    Outra teoria afirma que Freya, deusa associada ao amor, foi enviada para as montanhas como uma bruxa depois que os nórdicos e as tribos germânicas se tornaram cristãos. Acreditava-se que neste dia, a cada semana, 13 bruxas e o Diabo se encontravam e formavam um grupo de 13 espíritos malignos às soltas.

    (via: Crystalinks)

    Loki, o deus da trapaça representado no Universo Cinematográfico MarvelReprodução

    Wall Street

    No século 20, o financista americano Thomas William Lawson deixou a sociedade ainda mais "cabreira" com a data após escrever o livro Friday, the Thirteenth em 1907. O romance aprofunda a história de um corretor de Wall Street que, em um plano de vingança contra seus inimigos, manipulou totalmente o valor de ações para que elas despencassem e, assim, deixasse-os na miséria.

    (via: CNN)

    O escritor e financista Thomas William LawsonReprodução

    E aí, você já conhecia essas teorias sombrias sobre a data?

    Conte para nós através do nosso Instagram oficial e boa sexta-feira 13! 

    Veja também: