cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Afinal, quem são Os Irregulares de Baker Street e por que não ouvimos falar deles?

    Jovens finalmente recebem créditos por ajudar Sherlock Holmes em Os Irregulares de Baker Street. Descubra quem são eles!
    Por Redação
    06/04/2021 - Atualizado há 6 meses

    Os Irregulares de Baker Street é a nova série de mistério da Netflix, ambientada no universo de Sherlock Holmes. Criado por Tom Bidwell, o seriado dá vida aos Irregulares, importantes personagens dos romances de Arthur Conan Doyle que, embora muitas vezes fizessem o trabalho pesado para Holmes e Watson, não costumavam receber os devidos créditos.

    No post de hoje, você entenderá melhor quem são os Irregulares de Baker Street para se inteirar melhor sobre a história, enquanto aguarda o lançamento da segunda temporada da série. Confira agora!

    Os Irregulares de Baker Street | Teaser Oficial

    Quem são os Irregulares de Baker Street?

    Billy, Spike, Leo e as irmãs Jessie e Beatrice formam um grupo de jovens que vivem em um porão decrépito em Londres. De lá, podem observar a famosa residência 221B da rua Baker, frequentada pelo aristocrático doutor John Watson e o excêntrico detetive Sherlock Holmes.

    Como um grupo de adolescentes que vivem nas obscuras ruas da Inglaterra vitoriana é capaz de circular por ambientes em que um cavaleiro não poderia entrar em despertar a atenção, Watson decide oferecer uma proposta de emprego aos cinco jovens, liderados por Beatrice.

    Onde os Irregulares surgiram?

    A primeira vez que o mundo foi apresentado a uma história do Sherlock Holmes foi em Um Estudo em Vermelho, de Arthur Conan Doyle, publicado originalmente em novembro de 1987, na revista Beeton’s Christmas. A edição em formato de livro foi lançada somente no ano seguinte.

    Sherlock Holmes e o Dr. John Watson protagonizavam as histórias de suspense que, logo, se tornaram populares em todo o mundo. Holmes e Watson frequentemente contratavam um grupo de crianças que viviam nas ruas londrinas para fazer o trabalho “sujo” de seus casos, isto é, rastrear pistas, fazer vigilância e outras tarefas servis. Este grupo sempre era citado como os Irregulares de Baker Street.

    O grupo, porém, raramente recebia crédito por sua ajuda a Sherlock. O detetive "convenientemente" esquecia de citá-los em suas descobertas. Mas fica óbvio, tanto nos livros quanto na série, que os jovens possuem um papel muito importante nas investigações de Holmes e Watson.

    Os Irregulares de Baker Street | Trailer Oficial

    Onde e como os Irregulares já apareceram?

    Ao longo da história, os Irregulares foram retratados de diferentes formas nas diversas adaptações das histórias de Sherlock Holmes para a televisão e para o cinema. No seriado Elementary, os Irregulares eram uma espécie de rede de vendedores ambulantes. Já na produção da BBC, Sherlock, o grupo era formado por moradores de rua.

    Na maioria das vezes, essas pessoas sequer chegavam a ser mostradas, tampouco recebiam algum crédito pela ajuda que proporcionavam na resolução dos casos. Holmes sempre foi retratado como a verdadeira estrela e o seu brilhantismo ofuscava qualquer possibilidade de mérito a outros personagens, inclusive o seu fiel parceiro John Watson.

    A ideia de Tom Bidwell, produtor e roteirista da série, é que as pessoas que colocaram a mão na massa de verdade por Sherlock Holmes durante todos esses anos deixassem de ser personagens de fundo.

    Em Os Irregulares de Baker Street, o caráter dos adultos (Holmes e Watson) é questionado, já que eles apenas pagam pelos serviços, mas o verdadeiro protagonismo é dado ao grupo de jovens brilhantes que, por viverem nas frias e violentas ruas de Londres da era vitoriana, têm o conhecimento necessário para desvendar os mistérios por trás de uma série de crimes que ocorrem por toda a cidade.

    O sobrenatural em Os Irregulares de Baker Street

    As séries da Netflix que inserem elementos sobrenaturais em seus enredos costumam fazer muito sucesso com seu público, e esse fator não poderia ficar de fora em Os Irregulares de Baker Street. Jessie tem a habilidade de acessar planos existenciais e memórias das pessoas, o que a ajuda bastante na hora de descobrir pistas durante a resolução dos casos.

    Ao que tudo indica, Jessie, Bea, Spike, Leo e Billy devem começar a enfrentar forças sobrenaturais superiores na próxima temporada, já que esses elementos foram inseridos gradativamente em cada episódio e abordados de forma discreta, pois o foco da série é investigativo.

    Esse é apenas um dos fatores que diferencia os personagens da obra original, escrita por Doyle. Se você está buscando similaridade com as histórias de Holmes, talvez possa se decepcionar. A série, no entanto, acaba sendo mais original e instigante.

    Embora uma segunda temporada para Os Irregulares de Baker Street já tenha sido confirmada, os fãs da série deverão ter um pouco de paciência até que possam ver o genial grupo desvendar novos mistérios, visto que a Netflix costuma manter um espaço de um ano entre cada temporada de suas produções. Os novos episódios devem chegar às telas apenas em 2022.

    O que você achou da primeira temporada de Os Irregulares de Baker Street? Gostou da forma como os personagens foram abordados nesta adaptação? Acredita que é uma boa ideia trazer elementos sobrenaturais para a série? Compartilhe as suas opiniões com a gente deixando um comentário em nossas redes sociais!