cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    OSCAR 2010: Guerra ao Terror é penalizado pela Academia

    Por Da Redação
    03/03/2010

    Conforme anunciado pelo Cineclick, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu penalizar o produtor Nicolas Chartier, de Guerra ao Terror, por fazer lobby junto aos seus amigos votantes da Academia, para ajudar na campanha do filme no Oscar 2010 contra o favorito Avatar, de James Cameron. Além de ter sido obrigado a escrever uma carta pedindo desculpas, Chartier não poderá ir na cerimônia do prêmio, neste domingo (7/3), com os outros três produtores do filme - Kathryn Bigelow, Mark Boal e Gregory Shapiro.

    O comitê executivo da Academia afirmou que a divulgação pela mídia da violação das regras tornou improvável o impacto do lobby junto aos eleitores do prêmio.

    Além da punição da Academia, Guerra ao Terror, indicado a nove estatuetas, agora enfrenta outro problema. O sargento do Exército dos EUA, Jeffrey S. Sarver, está movendo processo contra os produtores do longa, alegando que o protagonista do filme foi inspirado nele. Segundo o advogado do militar, Geoffrey Fieger, o termo que dá nome ao filme em inglês, "The Hurt Locker" (armário da dor, em tradução livre), teria sido cunhado por Sarver.

    Já a distribuidora de Guerra ao Terror, a Summit Entertainment, divulgou comunicado nesta terça (2/3), dizendo que se trata de um "relato fictício" e não tem dúvidas "de que o sargento Sarver serviu ao seu país com honra e compromisso, arriscando sua vida por um bem maior", mas que o filme distribuído pela empresa é "baseado em roteiro ficcional escrito por Mark Boal".