cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Esses foram os melhores momentos do 'Oscar 2022'

    A cerimônia teve momentos memoráveis
    Por Daniel Reininger
    28/03/2022 - Atualizado há cerca de 2 meses

    O Oscar 2022 teve alguns grandes momentos, surpresas e atingiu marcas importantes, que mostram o compromisso da Academia com a diversidade e com a popularização da maior festa do cinema mundial.

    Mas o que todo mundo vai lembrar dessa edição é o tapão de Will Smith em Chris Rock. Mas esse foi só um dos momentos memoráveis da festa do cinema mundial:

    O que vimos de melhor:

    • Amy Schumer, Wanda Sykes e Regina Hall apresentaram a cerimônia desse ano e durante a abertura, fizeram piada, em tom de crítica, de que foi mais barato contratar três mulheres do que um homem.
       
    • Ariana DeBose (Amor Sublime Amor) e Troy Kotsur (No Ritmo do Coração) foram escolhidos como melhor atriz e ator coadjuvante. Ariana é a primeira queer afro-latina a ganhar a estatueta e Troy é o primeiro surdo a levar o prêmio.
       
    • A votação popular do Twitter fez o Oscar reconhecer a força dos fãs. O público elegeu ‘Army of the Dead: Invasão em Los Angeles’ como seu filme favorito e uma das cenas de ‘Liga da Justiça de Zack Snyder’ como a mais icônica. 
       
    • A cerimônia teve diversos momentos nostálgicos que relembraram grandes filmes, como ‘O Poderoso Chefão’, ‘Pulp Fiction’ e ‘Juno’.
    • A treta ao vivo e real entre Will Smith e Chris Rock agitou o Oscar e incendiou a internet. E foi seguida pelo discurso emocionado de Will ao vencer a categoria de Melhor Ator por ‘King Richard: Criando Campeãs’.
       
    • Jessica Chastain (finalmente) recebeu sua primeiro Oscar. Ela foi a vencedora da categoria de Melhor Atriz, por sua atuação em ‘Os Olhos de Tammy Faye’.
       
    • Jane Campion conquistou a estatueta de Melhor Diretora, uma categoria que começa a dar reconhecimento a grandes cineastas, após décadas dominada por homens.
       
    • O fofo e emocionante ‘No Ritmo do Coração’ recebeu a estatueta de Melhor Filme.

    Vencedores

    No Ritmo do Coração levou as estatuetas de ator coadjuvante (Troy Kotsur), roteiro adaptado e melhor filme. Enquanto Duna foi o maior premiado, com seis estatuetas técnicas.

    Destaque também para Troy Kotsur, que se tornou o primeiro homem surdo a vencer nas categorias de atuação.

    Todos os vencedores da noite você encontra em nossa matéria especial.

    Veja mais