cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Série mostra que Pamela Anderson não é uma 'loira burra'

    Entenda como 'Pam & Tommy' vem quebrando alguns estereótipos sobre a atriz e modelo canadense
    Por Thamires Viana
    16/02/2022 - Atualizado há 3 meses

    Pam & Tommy, minissérie que revela mais detalhes sobre o relacionamento da atriz Pamela Anderson e de Tommy Lee, baterista do Mötley Crüe, vem fazendo sucesso no Star+.

    Com cinco episódios já disponíveis, a atração traz como foco o vazamento da sex tape do casal nos anos 90. Guardada dentro de um cofre, ela foi roubada e divulgada na internet, que ainda era uma grande novidade na época, e causou um verdadeiro escândalo!

    Estrelada por Lily James e Sebastian Stan, Pam & Tommy também aprofunda a vida individual de Pamela, seu sucesso no seriado S.O.S Malibu, o aborto espontâneo sofrido após o vazamento da fita e como ela, muitas vezes, tentou dar novos rumos para sua carreira. 

    Ela não é uma loira burra!

    Conhecida mundialmente pela série S.O.S Malibu, Pamela Anderson começou sua carreira aos 20 anos sendo modelo para grandes marcas femininas. Não demorou muito para que a canadense fosse convidada a posar nua na revista masculina Playboy, o que gerou um recorde de vendas na época.

    Com seu inconfundível maiô vermelho, ela ganhou destaque na atração norte-americana que acompanhava um grupo de salva-vidas das praias de Los Angeles e tornou-se um verdadeiro sex symbol nos anos 90. No entanto, era comum ver em notícias como a imprensa passou a reduzir a atriz e modelo somente a sua beleza e ao corpo esculpido, dando a ela o estereótipo de "loira burra".

    Lily James vive Pamela Anderson no seriado 'Pam & Tommy'Reprodução

    Nos episódios já divulgados de Pam & Tommy, é possível conhecer muito mais sobre a mulher por trás do símbolo sensual. Interpretada brilhantemente por Lily James, vemos Pamela como uma jovem doce e gentil que lutou veementemente para ter o seu espaço, ao mesmo tempo em que reconhecia suas próprias dificuldades.

    No episódio 4 intitulado 'Jane Fonda', Pam revela o desejo de ter um monólogo em um dos capítulos de S.O.S Malibu, mas suas falas são cortadas pelos produtores que afirmam que "sua cena será mais poderosa sem diálogos", partindo para aquele clássico momento em que ela corre em câmera lenta até o mar para exibir as suas curvas. 

    Mais tarde, no mesmo episódio de Pam & Tommy, vemos a canadense participando do teste de elenco de Barb Wire e tendo a oportunidade de usar o seu monólogo enquanto conversa com uma das produtoras. 

    Por ter estudado teatro, ela revela que Jane Fonda sempre foi a sua maior inspiração, já que a intérprete de Barbarella (1968) foi um dos maiores sex symbols do cinema, mas "deu a volta por cima" ao conquistar papéis importantes e dignos de Oscar, além do ativismo e participação em protestos a favor do meio ambiente.

    Lily James vive Pamela Anderson no seriado 'Pam & Tommy'Reprodução

    Pam & Tommy também mostra um lado feminista de Pamela no episódio que aborda o vazamento da fita. Nele vemos um diálogo potente entre ela e Tommy Lee sobre como a exposição de sua intimidade poderia afetar muito mais a sua carreira do que a de seu marido. Ela afirma que o fato de ser uma mulher a prejudicaria muito mais e que, certamente, o baterista receberia apenas os "parabéns" pelo conteúdo mostrado no vídeo. 

    Assim como Marilyn Monroe nos anos 50, Pamela Anderson foi diminuída apenas à figura de uma mulher sexy e com pouco intelecto que não condiz com a sua realidade. Atualmente, Pam é ativista e membro da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) e considerada em 2010 a personalidade do ano devido ao seu trabalho realizado em defesa dos direitos animais.

    Embora fontes afirmem que ela não está de acordo com a produção da série e que não pretende assistir aos episódios, é coerente que Pam & Tommy seja fiel à história do casal ao mesmo tempo em que ajude a quebrar essa visão de "loira burra" que ela lutou para desmistificar ao longo dos anos. 

    Pam & Tommy

    Pam & Tommy é uma minissérie original do Hulu que estreou no Brasil diretamente no catálogo do Star+. Além de James e Stan, o elenco ainda traz nomes como Seth Rogen, Nick Offerman e Taylor Schilling. A direção é assinada por Craig Gillespie, diretor do longa Eu, Tonya

    A série já conta com cinco episódios disponíveis no streaming e os demais são liberados semanalmente no catálogo.

    Veja também: