cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Primeiras impressões de Planeta Dos Macacos: O Confronto

    Sequência estreia no Brasil em 24 de julho, saiba o que esperar do filme
    Por Ana Carolina Addario
    10/07/2014

    Planeta Dos Macacos: O Confronto só chega aos nossos cinemas no próximo dia 24, mas sua distribuidora no Brasil, a Fox, promoveu na última segunda-feira, 7, uma prévia do que esperar em uma exibição especial de quase vinte minutos do filme. O Cineclick assistiu e conta para você um pouco sobre a produção.

    A cortesia contou com a exibição de cinco cenas retiradas do filme, algumas finalizadas e outras ainda sem a pós-produção, o que impossibilita avaliar o filme em termos estéticos. No entanto, os detalhes da trama ganharam contornos mais definidos com a sessão e deu para entender um pouco da intenção de Matt Reeves.

    + Cine+Geek: Muito terror, dinossauros, robôs assasinos e Gremlins nesta semana

    Ambientado 15 anos após A Origem, cuja trama contou o surgimento do superinteligente César (Andy Serkis), um símio geneticamente modificado que lidera uma rebelião contra os humanos, O Confronto revela o nível de desenvolvimento que os macacos alcançaram enquanto comunidade em contrapardida ao estado de desolação que os homens se encontram.

    + Conheça a realidade do 3D no Brasil

    Neste filme, a Terra está quase que completamente devastada após a ação de um vírus que dizimou a população humana e os isolou do restante da natureza. Do outro lado, os macacos vivem em aparente harmonia em sociedade, até que sua paz é ameaçada pelos humanos sobreviventes.

    ATENÇÃO, CUIDADO COM SPOILERS

    No primeiro dos trechos exibidos, a cena já conhecida dos trailers mostra o acontecimento que ameaça a aparente coexistência pacífica entre homens e macacos: motivado pelo medo, um homem dispara um tiro contra um macaco e desperta a ira de seus semelhantes. Líder do grupo, César acalma os ânimos dos companheiros e exige que os humanos respeitem seus limites.

    A sequência sugere a intenção do diretor de discutir como um ser, por mais racional que seja, pode ser instintivamente mortal quando pressionado pelo medo. Aqui, é o equilíbrio de César que pondera as possíveis consequências de uma guerra contra os homens. Podemos esperar, então, uma troca de valores entre os dois clãs. Encurralados, os homens parecem tomados por um instinto violento de sobrevivência; enquanto os macacos avaliam os perigos de abalar o que de mais valioso construíram ao adquirirem inteligência: seu lar.

    Embora as cenas exibidas pela Fox não correspondessem à cronologia do filme, o conjunto indica elementos mais profundos para sua trama do que a tal disputa pelo status de espécie dominante proposta pela sinopse do filme. As cenas selecionadas pela distribuidoras revelam ora as ameaças de um confronto, ora as possibilidades de um encontro amistoso. As cenas de batalhas não entraram na seleção da Fox, mas os destroços sugerem que vai ter guerra sim entre humanos e macacos.

    FIM DOS SPOILERS

    De maneira geral, o filme parece ter preparado mais surpresas para seu espectador do que o público espera. A interação entre o cientista Malcolm e o símio César deve ganhar complexidade e ilustrar em uma esfera pessoal o conflito de intenções entre forças e necessidades opostas. Qual a verdadeira importância em se julgar uma espécie dominante se seu processo de conquista envolve uma série de sacrifícios? Estas são ideias que, aparentemente, se pode esperar de Planeta dos Macacos: O Confronto. Mas só assistindo ao filme completo mesmo para saber.

    Veja o trailer o longa:

    Cena de Planeta dos Macacos: O Confronto
    Continua após o anúncio
    Cena de Planeta dos Macacos: O Confronto
    Cena de Planeta dos Macacos: O Confronto
    Cena de Planeta dos Macacos: O Confronto