cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Aquarius: Diversos cineastas brasileiros retiram seus filmes do Oscar

    Gabriel Mascaro e Anna Muylaert decidiram não concorrer à estatueta
    Por Bianca de Souza
    25/08/2016

    Depois do diretor de Boi Neon, Gabriel Mascaro, e de Anna Muylaert, diretora de Mãe Só Há Uma, optarem por não inscreverem o longa na disputa do Oscar 2017, chegou a hora de Guilherme Fiúza Zenha também fazer seu protesto.

    + Oscar 2017: Veja quem está na disputa pelas estatuetas

    O diretor e produtor mineiro decidiu que se desligará da comissão que escolherá que filme brasileiro representará o país na premiação. Ele alega que tomou a decisão por"questões pessoais".

    Muylaert acredita que Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, seja o longa-metragem ideal para representar o cinema brasileiro na premiação na categoria Melhor Filme Estrangeiro.

    +  Cannes: Campanha quer boicotar filme Aquarius por protesto contra impeachment

    O filme do pernambucano está no meio de uma polêmica em torno da nomeação do crítico Marcos Petrucelli para a comissão responsável pela escolha do indicado para representar o Brasil no Oscar.

    Após atores e o diretor de Aquarius usaram a visibilidade da cerimônia de Cannes para protestar conrtra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, Petrucelli usou redes sociais para atacar Kleber Mendonça Filho. "Vergonha é o mínimo que pode se dizer", escreveu Petrucelli, na época.

    Gabriel Mascaro disse não se sentir "confortável em participar de um processo seletivo de interesse público que tem demonstrado imparcialidade questionável".